O deputado federal pelo PSOL, David Miranda, pediu proteção especial à Câmara por estar recebendo ameaças de morte.

“Viado é mais fácil de matar”, “Será a próxima Marielle”, dizem os recados enviados à ele, talvez pelos mesmos autores das ameaças à vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, morta no ano passado em um assassinato ainda sem conclusão pela polícia. Até agora, ao que as investigações indicam, tem ligação com as milícias do Rio de Janeiro e até ligações a políticos.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Após a morte de Marielle, quem vinha recebendo ameaças de morte com frequência era o deputado Jean Wyllys, também do PSOL. Exausto de viver uma vida escoltado pela polícia federal e sem liberdade de ir e vir se sentindo ameaçado de existir no próprio país, ele decidiu abandonar o mandato e o Brasil, dando lugar na Câmara justamente para David Miranda, seu suplente.

VEJA TAMBÉM:  Perseguido pelo Coaf, David Miranda é acusado de "movimentações financeiras atípicas"; entenda

David compartilhou em seu instagram onde releva as ameaças e pedido de segurança:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).