Em um vídeo visivelmente desesperado, mentiroso, desequilibrado, absurdo e criminoso, o candidato à reeleição pela prefeitura do Rio de Janeiro, pastor Marcelo Crivella (Republicanos), fez uma acusação absolutamente infundada, mas que infelizmente muito conservador ignorante por aí pode sair acreditando.

Temendo perder a prefeitura do Rio de Janeiro tendo recorde de rejeição, Crivella diz no vídeo, que soube por aí que Eduardo Paes (Democratas) estaria negociando com o PSOL a secretaria de educação do Rio de Janeiro. E isso, segundo o republicano, faria com que as escolas pudessem se tornar um ambiente de pedofilia. É isso mesmo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Ministério Público abre inquérito contra Crivella após censura na Bienal do Livro
Crivella tentou censurar HQ com beijo gay na Bienal do Livro. (Foto: Montagem)

Apelando aos religiosos e conservadores ignorantes, grande parte de seu eleitorado, o político ainda afirma: “Imagine! Jesus disse que o Reino de Deus é das crianças! Ele se comparou às crianças! E vamos aceitar pedofilia na escola? No ensino infantil?.”

Em seguida, um apoiador de Crivella ao lado logo diz: “É um risco que estamos correndo se Eduardo Paes for eleito!”.

Difícil de acreditar né? Assista abaixo:

Se o Brasil fosse um país sério, as instituições firmes e fortes, Marcelo Crivella já estaria preso por uma acusação criminosa destas onde acusa de um crime hediondo Eduardo Paes, o PSOL, todos os professores e profissionais da rede pública de educação e a população carioca em geral.

VEJA TAMBÉM:  Casal gay é agredido após tentar defender uma mulher em condomínio no Rio de Janeiro

Mas isso, é claro, se o Brasil fosse um país sério…

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).