Um policial da Flórida que morreu de complicações devido ao coronavírus, está sendo lembrado como um grande protetor dos Direitos LGBT no Estado.

O xerife Shannon Bennett tinha 39 anos quando morreu no último dia 3 de abril, apenas uma semana após o teste positivo para o COVID-19.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ele saiu do trabalho no dia 23 de março se sentindo mal e foi ao hospital no dia seguinte, onde foi testado positivo para o coronavírus.

Bennett era um gay orgulhoso que fazia planos de se casar com seu noivo, Jonathan Frey, no final deste ano.

O escritório do xerife de Broward, na Flórida, onde ele trabalhou por mais de uma década, prestou homenagens ao falecido.

'Out and proud' gay police officer dies after battle with coronavirus
Foto postada no Facebook do departamento onde Shannon trabalhava.

“Shannon Bennett era um veterano de 12 anos no gabinete do de Broward; um oficial gay orgulhoso da academia e que protegeu e orientou os jovens na Deerfield Beach Elementary; um homem apaixonado cujo casamento seria realizado ainda este ano”, escreveram colegas em um post no Facebook em sua homenagem.

VEJA TAMBÉM:  Coronavírus: Enfermeiro que estava com namorado em poolparty está internado em estado grave

Um dos amigos declarou nos comentários: “Nós o amamos e sentiremos sua falta, Bennett. Obrigado por sua bravura, seu bom coração e seu serviço. Descanse em paz.”

Outro amigo de Bennett, Tim Martin, contou ao Sun Sentinel como ele gostava de participar das Paradas LGBTs locais: “Ele sempre quis estar de uniforme, na rua, protegendo sua comunidade. E ele se dizia muito orgulhoso disso”.

Após o atentado na boate Pulse, em Orlando, em 2016, Bennett foi estacionar seu carro-patrulha em frente a bares e discotecas na área gay de Wilton Manors para mostrar que eles estavam protegidos.

“Shannon Bennett era o tipo de cara que colocaria sua família em primeiro lugar, seus amigos em segundo e ele próprio em último”, disse Martin à mídia local sobre o amigo falecido.

VEJA TAMBÉM:  Pesquisa revela que LGBTs estão mais vulneráveis a desemprego e depressão por causa da pandemia
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).