Em uma pesquisa publicada pela Todx, organização sem fins lucrativos, revela que 52% da população LGBT vive publicamente sua identidade. Números otimistas ao analisar histórico de estudos.

Na totalidade dos entrevistados, 60% dos participantes nasceram na década de 1990 e 2,34% declaram ter nascido antes da década de 1970.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em um total de entrevistas, que envolve mais de 15 mil participantes, 50,62% se declararam da cor branca; 31,24% parda; e 14,88%, de cor preta. Apenas 1,18% se declararam da raça/etnia amarela e 1,01% indígena.

Na questão identidade de gênero, 88,05% se declararam Cis, sendo que, neste universo 44,32% de homens e 43,73% de mulheres. Com isso, de acordo análise dos organizadores da pesquisa, o perfil majoritário da pesquisa é de pessoas cis.

As Entrevistadas que se declararam travestis ou trans, correspondem a 3,53%; desse universo, 2,15% se declaram homens trans; 1,16% de mulheres trans, e 0,22% de travestis.

VEJA TAMBÉM:  Exame cerebral consegue identificar se a pessoa é trans desde criança

Pesquisa na orientação sexual

Agora vamos lá! Quando questionados sobre a orientação sexual, 65,47% se declararam como homossexuais, em seguida pelos bissexuais, com 26,75%.

Agora a surpresa… na categoria homossexual, houve uma predominância da identidade masculina com 53,86%, seguida pela feminina, com 39,55%.

Pesquisa na vivência das identidades

O levantamento também questionou aos participantes de que maneira vivem as suas identidades: 52% responderam que a vivem de maneira pública; 19,66% contaram apenas para familiares e amigos; 18,11% apenas para pessoas amigas e 8,8% contaram para amigos e colegas na área de atuação profissional.

Já entre as travestis, 85,29% vivem publicamente a sua identidade; entre as mulheres e homens transexuais são 65,34% e 61,77%, respectivamente.

Pesquisa na escolaridade

Um dos assuntos mais importantes, o nível de escolaridade dos entrevistados também foi abordada ao longo da pesquisa: apenas 0,03% não possui escolaridade registrada; 1,09% cursaram apenas o Ensino Fundamental, e 22,98% cursaram até o ensino médio.

Nas faculdades, 62,86% possuem o nível universitário, destes 37,08% estão cursando; 7,61% trancaram o curso e 18,17% concluíram.

Estudo avançado: quando questionado sobre o ingresso na Pós-graduação (lato e stricto sensu): 1,09% já finalizaram algum curso em pós-graduação; 7,8% fizeram uma especialização/MBA; 3,27% fizeram mestrado; e 1,02% doutorado.

Vale ressaltar que 67,28% declararam que esconderam ser LGBT durante o ensino médio e 32,72% não esconderam ou disfarçaram.

Preparados? A respeito da região em vivem no Brasil, 42,68% declararam que são região Sudeste; 24,91% do Nordeste; 13,45% do Centro-Oeste; 10,58% da região Norte; e 8,38% da região Sul.

Metodologia

De acordo o relatório da Todxs e, para garantir a uniformidade da metodologia, optou-se pelo método online. Portanto, a pesquisa por amostragem foi estruturada em uma plataforma online que permitisse a realização de 115 perguntas.

Foram coletados dados das 27 capitais das Unidades da Federação entre abril e agosto de 2019. A pesquisa foi encerrada com cerca de 35200 respostas, sendo que, 15326 foram validadas.

A pesquisa pode ser acessada na íntegra aqui.

Avatar
Carioca, antenado e intenso. Redator do Põe na Roda e Produtor Digital da Rádio Rio de Janeiro. Amante das artes, desde as cênicas até a fotografia. Taurino com 21 anos, apreciador raiz da cultura pop e um jornalista em construção.