Escândalos com padres já tão ficando tão comuns que nem deveriam mais chamar de escândalo, né? Pois bem…

Desta vez, dois sacerdotes foram presos por serem flagrados praticando sexo oral dentro de um carro perto de Ocean Drive em Miami Beach em plena tarde por volta das três da tarde.

Depois da divulgação da notícia, a Arquidiocese de Chicago cortou os vínculos com Diego Barrio, de 39 anos, e Edwin Giraldo Cortez, de 30 anos. Ambos acabaram sendo flagrados e presos pelo ato de sexo em público visto pela polícia.

Diego Berrio e Edwin Giraldo Cortez.

O fato foi notícia em toda imprensa, como no jornal latino La Opinion e no americano NY Post. O mais bizarro é que o carro se encontrava estacionado próximo a um parquinho infantil.

Policiais foram averiguar o que acontecia devido a reclamações de quem passava enquanto a dupla se divertia compenetrada sem nem se dar conta.

Berrio era padre de San Juan Diego enquanto Cortez trabalhava na Paróquia de São Aloísio em Chigago. Ambos foram desligados de seus ministérios.

“Observamos os dois homens realizando o ato sexual. Um de nós teve que bater na janela para chamar a atenção, eles nem perceberam que estávamos lá de tão envolvidos.”, disse um dos policiais responsáveis pelo flagrante.

E continuou muito sensato: “É uma pena que estes homens tenham que perder o emprego por participarem de sexo consensual. Mas é o que acontece quando você faz um voto de celibato ao Senhor. E quebrando esse voto em público, ainda vai preso.”

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).