O reverendo Canon Terrence Grigg, de 84 anos, é ex-ministro da Igreja de Santa Maria, em Cottingham, na Inglaterra. Ele foi afastado do cargo recentemente por responder por acusação de abuso sexual de cinco garotos em casos que teriam acontecido de 1983 a 1996, segundo informou a BBC.

Durante um de seus julgamentos esta semana no tribunal, Grigg foi questionado sobre quando viajou com um jovem garoto para Londres onde os dois dividiram o mesmo quarto de hotel ao sair de um bar gay juntos.

O ex-clérigo afirmou que o jovem tinha 19 ou 20 anos e insistiu que não tiveram qualquer contato físico. Só amizade e nada de sexo. Na verdade, segundo sua alegação, eles até dormiram em camas separadas.

Grigg explicou ao juiz que levou o jovem para passear por Londres por achar que ele precisava experimentar o mundo.

Ah, e o fato de terem ido a um bar gay antes do hotel, segundo ele, se deu sem querer, por acidente mesmo pois ambos não sabiam se tratar de um estabelecimento do tipo, entrando só por acharem o local animado.

Os promotores do caso não acreditam em sua versão e afirmam que as vítimas eram sim usadas para satisfação sexual de Grigg.

Alguns dos supostos abusos ocorreram em vários locais. Uma das vítimas, que na época tinha 10 anos de idade, foi ouvida pelo júri e serve de testemunha em um dos casos.

Outra vítima mantinha um diário codificado onde registrou o suposto abuso acontecido aos 14 anos de idade.

Grigg responde ao todo por nove acusações de agressão indecente e duas agressões sexuais graves.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).