Uma mulher de 23 anos foi ao fórum Reddit para expressar seu desespero com seu namorado machista que se recusa a lavar os órgãos genitais só porque acha que é “isso é muito gay”. 

E não para por aí. Ele também usa um bidê apenas para não precisar passar o papel ali e, aparentemente, também não se masturba.

“Então, basicamente”, escreveu ela, “ele explicou que nunca se toca lá, porque ‘isso é gay’. Desse modo, ele não limpa a área especificamente e apenas deixa que ela se molhe no chuveiro, é isso”. Ainda assim, ela garante que sua higiene é “Ok”. Uhum…

Aos internautas, do popular fórum de ajuda online ela explicou: “Na verdade, ele acha que qualquer toque entre as pernas é gay. Isso é completamente ridículo . Comecei a perguntar: ele não se masturba? Usar um bidê não é um problema para mim. Mas o fato de ele instalar um bidê pra não ser encostado pelo papel, isso tudo afim de “evitar ser gay” limpando a própria bunda é apenas … surreal!”, disse ela coberta de razão.

A autora do post ainda conta que seu namorado também evita usar banheiros públicos. Não pela questão de higiene ou ausência de vontade, mas adivinhe: “Ele diz que ‘qualquer contato em uma área usada por outros homens é estar em uma ‘área gay'”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

No tópico, ela ainda afirma que chegou a tentar discutir a questão com ele ao avisá-lo que “Não é gay cuidar de si mesmo, ser gay envolve se relacionar com outras pessoas do mesmo gênero!”.

Sensatos, muitos dos usuários do fórum cogitaram se tratar de algum trauma sexual tamanho medo por qualquer contato genital que em sua cabeça diga que ele é gay. 

É o tipo de relato que só comprova a péssima educação machista com a qual muitos homens são criados, impedindo princípios básicos como a higiene até!

Infelizmente no Brasil não é muito diferente. Pra se ter ideia, mais de mil homens perdem o pênis no país anualmente em decorrência da falta de higiene com as partes íntimas.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).