Pelo menos metade das pessoas LGBTs teve depressão no ano passado, de acordo com um estudo da ONG LGBT+ Charity Stonewall.

O relatório ainda revelou que três em cinco pessoas LGBTs – ou 61% – já tiveram quadros de ansiedade, depressão e outras doenças mentais em uma proporção três vezes maior que pessoas heterossexuais cisgêneras.

O estudo ainda revelou que uma em cada sete pessoas LGBTs deixa de procurar tratamento pelo medo de se expor ou ainda sofrer preconceito.

Também foi revelado que, dentre o recorte LGBT, pessoas trans são as mais vulneráveis neste sentido, além de serem as maiores vítimas dos crimes de ódio e agressão, já sofridos por mais de um terço dos transgêneros de acordo com dados oficiais do governo revelados pelo portal Pink News.

Outro dado alarmante foi de que uma a cada oito pessoas trans – ou seja, 12% – tentou suicídio nos últimos 12 meses, o que já é uma taxa seis vezes maior que entre lésbicas, gays e bissexuais, que por sua vez já tem uma tendência muito maior que pessoas heterossexuais cisgêneras.

Sobre o número de pessoas trans que já PENSOU em suicídio, o número chega a quase metade, 46%.

Ao portal PinkNews, Elijah, uma jovem transênero de apenas 19 anos, afirmou: “Tentei suicídio uma vez que busquei ajuda médica e uma enfermeira afirmou que aquilo que eu tinha era satã na minha alma. Se eu soubesse na época que aceitar meu gênero seria a saída, teria sido muito menos difícil.”

Somente no Reino Unido, foi revelado que o número de casos de agressão a pessoas LGBTs, desde violência verbal a física, nas ruas, aumentou 27% no último ano, de acordo com o relatório da Stonewall.

Aliado a isso e a discriminação já sofrida muitas vezes no ambiente de trabalho, escola ou mesmo dentro de casa, se explica a tendência muito maior de pessoas LGBTs a desenvolverem problemas mentais como depressão, quadros de ansiedade e pensamentos suicidas.

Por isso, caso você sinta que precisa de ajuda, não hesite, busque amigos em quem possa confiar para desabafar, e sempre recorra a ajuda médica adequada.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).