Em entrevista ao site Observatório G, o ex-deputado federal Jean Wyllys, que hoje vive fora do Brasil, falou sobre a situação política atual do país.

Ainda que não atue como deputado, ele lembrou que isso não impede sua atuação política como cidadão: “Eu não me considero um ex político, eu sou um ex deputado. A minha atuação política continua de forma diferenciada. A melhor forma de fazer política é a organização, é preciso organizar-se em todos os níveis”, disse.

Já quando questionado se a eleição de um sujeito declaradamente homofóbico como o presidente Jair Bolsonaro, une de alguma maneira a comunidade LGBT, Jean disse: “Eu concordo que é preciso um governo claramente homofóbico como o de Bolsonaro para que a comunidade LGBT se dê conta de todo o perigo que paira sobre ela. A ameça contra a comunidade gay é uma ameaça histórica”, disse. 

Ele ainda lembrou do progresso que tivemos em relação aos governos anteriores: “A sociedade funciona em um sistema de Sístole e Diástole, ela se abre e se fecha acerca da comunidade LGBT. Em governos progressistas como o de Lula e o de FHC também, tivemos conquistas e politicas sociais. Já quando há ditaduras abertas ou fechadas como a que vivemos agora, a tendência é este julgamento aumentar”.

Jean concluiu seu pensamento fazendo um alerta a comunidade LGBT e ainda fazendo uma pergunta que ainda deixa muitos de nós com a dúvida de tamanha incoerência pairando sobre a cabeça: “A comunidade precisa estar atenta, mas o que mais me assusta é saber que existem gays que votaram neste sujeito abertamente ignorante e homofóbico”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Veja também:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).