O presidente eleito Joe Biden e a vice-presidente eleita Kamala Harris marcaram o Dia da Memória dos Transgêneros na sexta-feira, em um ano em que houve 37 assassinatos documentados de transgêneros e indivíduos que não se conformam com o gênero até agora.

Biden disse em uma declaração: “No Dia da Memória dos Transgêneros, honramos suas vidas – e nos comprometemos novamente com o trabalho que resta para garantir que cada transgênero e pessoa não-conforme de gênero na América tenham a oportunidade de viver autenticamente, ganhar um salário mínimo e ser tratados com dignidade e respeito em suas comunidades e locais de trabalho”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Segundo o Twoleroad, Kamala Harris completa o discurso: “Os direitos dos transgêneros são direitos humanos. Para as pessoas transgênero e não-conformes de gênero em toda a América e ao redor do mundo: a partir do momento em que eu tomar posse como vice-presidente dos Estados Unidos, o governo os verá, ouvirá e lutará não apenas por sua segurança, mas também pela dignidade e justiça lhe foi negada”.

VEJA TAMBÉM:  Histórico! Joe Biden publica mensagem para pessoas trans dos EUA e do mundo

Kamala Harris usa o Twitter para ratificar proposta de governo

Disse Kamala Harris em um tweet ainda: “Neste Dia da Memória dos Transgêneros, homenageamos a memória de pelo menos 37 pessoas transgênero ou não-conformes mortas este ano – a maioria das quais eram mulheres transexuais negras e latinas. Hoje e todos os dias, devemos nos comprometer novamente com o fim desta epidemia”.