Em pesquisa feita durante a semana de conscientização sobre pessoas assexuais (25 a 31 de outubro), foi apontado que um e cada dez jovens queer na América se identificam como assexual, ou em algum lugar dentro do espectro da assexualidade. Apesar de muito esquecida dentro da sigla LGBTQIA+, um estudo realizado pelo Projeto Trevor mostrou que em 40.000 jovens, 10% são assexuais.

Manifestante assexual segurando cartaz em parada LGBTQI+
foto: Robert Perry/GettyImages

Ser assexual significa não priorizar relações sexuais, ou seja, contato sexual direto. A atração sexual é apenas um tipo e quando se é assexual, as pessoas tendem por optar relações românticas ou mais emocionais. Myeshia Price-Feeney, cientista e pesquisadora do Projeto Trevor disse para o Pink News: “Os jovens assexuais são frequentemente esquecidos, então queremos fornecer dados o suficiente sobre esses grupos e valida-los na comunidade.”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Taxas de depressão e ansiedade crescem dentro do espectro assexual

Price-Feeney acrescentou: “Jovens assexuais relatam taxas de depressão e ansiedade mais altas que outros jovens LGBTQIA+, medidas e esforços devem ser feitos para a inclusão e proteção ao suicídio desses indivíduos.” e que jovens assexuais estão mais propensos a se identificar como trans ou não-binários, de acordo com pesquisar feitas dentro do projeto.

VEJA TAMBÉM:  Estudo revela quantos gamers são LGBTs