Em seu primeiro dia de decreto, o atual presidente dos Estado Unidos, Joe Biden, assinou 17 ações executivas com o intuito de reverter mudanças causadas pelo seu antecessor, Donald Trump. Dentre as ações, está uma ordem executiva LGBTQI+, que reforça a lei dos direitos civis de 1964 e garante que o governo federal não discrimine ninguém com base na orientação sexual ou identidade.

Joe Biden assina ações LGBTQI+
Joe Biden em seu cabinete (Foto: Reprodução)

“Esta ordem também atingirá as agências a tomarem todas as medidas legais garantindo os estatutos contra discriminação e protegendo os direitos LGBTQI+”, relatou um comunicado da imprensa do atual presidente, segundo a Queerty.