O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, deu mais uma demonstração de como a tolerante e progressista cidade de Nova York, nos Estados Unidos, não lida com gente intolerante e preconceituosa, como é o caso do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

Após a recusa de diversas marcas e empresas em patrocinarem um evento que deveria homenagear Bolsonaro nos Estados Unidos, em uma tentativa de limpar a já queimada imagem do novo presidente brasileiro no exterior, a viagem de Jair à Terra do Tio Sam acabou não tendo outra opção fora ser cancelada.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Depois da notícia de que sua cidade não receberia mais o líder brasileiro assumidamente homofóbico, misógino e racista, Bill de Blasio escreveu em seu Twitter: Jair Bolsonaro aprendeu que os novaiorquinos não fecham os olhos para a opressão. Nós fizemos um alerta para o fanatismo dele. Ele fugiu. Sem supresas — covardes não costumam aguentar um soco. Já vai tarde, @jairbolsonaro. Seu ódio não é bem-vindo aqui!”

VEJA TAMBÉM:  Polícia de NY ataca manifestantes durante marcha do Orgulho LGBT+

Veja abaixo o post original do prefeito de Nova York:

Arrasou! Alguém sabe como a gente faz pra transferir o título eleitoral do Brasil pra Nova York só pra votar nesse homem? (Rs)

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).