“Não há vergonha alguma em ser passivo” disse Nico Tortorella, astro de The Walking Dead: World Beyond, ao tentar retransmitir uma mensagem positiva para a comunidade gay quando se trata de homens que gostam dar.

Em uma entrevista recente para a edição de novembro da Attitude Magazine do Reino Unido, o ator bissexual genderfluid (que conhecemos e amamos de séries de TV como Younger e Celebrity Drag Race) falou sobre um monte de tópicos diferentes, incluindo sua sexualidade, estar em um casamento poliamoroso com sua cônjuge (ativista de direitos humanos Bethany C. Meyers), e até mesmo as muitas dinâmicas do sexo – especificamente a vergonha associada a homens que gostam de ser passivos.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

View this post on Instagram

bed time. #spacebetweenthesheets

A post shared by nico tortorella. (@nicotortorella) on

“Acho que é apenas um problema com o buraco em geral, e considerar certas partes do corpo como sujas”, disse Nico Tortorella, que falou abertamente sobre ser versátil na cama, e sobre por que eles acham que há tanto estigma associado a homens gays passivos durante o sexo anal.

“Não é nenhum segredo que a femmefobia é um grande problema na comunidade LGBTQ+, especialmente para muitos homens gays. Acho que é um problema profundamente enraizado com o corpo em geral, quer você tenha corpo masculino ou feminino”, diz o ator.

Ele continua: “Mas eu acho que os homens são colocados nessa subposição por não parecerem masculinos, sendo que qualquer um sabe que pra ser passivo você precisa ser um homem da porra e fazer o trabalho. Então, não acho que haja nada mais masculino do que ser passivo, vamos ser honestos”.

Nico Tortorella já teve fotos censuradas

O ator norte-americano Nico Tortorella já foi vítima de boicote por parte do censor moralista do Instagram. Depois de malhar, ainda de cueca e de frente para o espelho, um clique do ator que tinha rendido muitos elogios nas redes sociais, acabou sendo deletado horas depois pela rede social.