Em um novo vídeo postado em seu canal do Youtube, o ator de filmes adultos, Blake Mitchell, explicou por que tem uma preferência em trabalhar em produções gays à produções heterossexuais desta indústria.

“Escolhi o pornô gay porque há mais dinheiro envolvido do que no hétero para um artista masculino”, explicou.

E continuou: “Também não me sinto bem em fazer parte da indústria hétero pela maneira decadente como eles levam algumas questões. A indústria gay também pode ser difícil, é claro, mas a situação da mulher em específico nas produções heterossexuais costuma ser degradante e objetificante, ainda que se tenha melhorado nestas questões recentemente.”

Blake Mitchell em cena.

Abertamente bissexual, ele namora um rapaz atualmente e também aproveitou o vídeo para falar do preconceito sofrido do próprio meio LGBT.

“É como se gays me olhassem me deslegitimando só porque também fico com mulheres. Ou me tratam como se eu fizesse sexo gay por dinheiro apenas. Isso não é verdade, fiz mais sexo com homens que mulheres na vida. É difícil que as pessoas aceitem que você se atrai por ambos e é bissexual”, revelou o ator.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ele ainda se questionou se não deveria ser rotulado como “pansexual”, e afirma que não sente desta forma: “Pra ser honesto, também já me relacionei com homens e mulheres transexuais, mas não acho que tenha que me sentir pan por isso, pra mim, eu estava me relacionando com homens e mulheres e ponto, não importava o fato de serem trans ou não”.

O papo completo você pode conferir no vídeo abaixo postado pelo próprio Blake em seu canal:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).