Um estudo da Universidade de Western na Austrália em parceria com pesquisadores da Universidade de Zurique, constatou que homens com barba cheia tendem a ter testículos menores. O estudo explorou a ligação entre o tamanho dos testículos e atributos biológicos masculinos.

Em todo o reino animal, muitos animais machos competem por fêmeas quando se trata de acasalamento. Alguns machos de suas respectivas espécies lutam por fêmeas. Por causa disso, o tamanho de seus chifres ou dentes pode ser de grande relevância.

Por exemplo, macacos probóscidos machos com narizes maiores têm um número maior de parceiros do que aqueles com narizes menores.

No entanto, isso não significa que os outros machos nunca consigam acasalar ou passar seus genes. Os pesquisadores dizem que uma maneira de competir é produzir mais espermatozóides. Produzir mais esperma aumenta a probabilidade de um macho transmitir seus genes e gerar filhos. E para produzir mais espermatozóides, seus testículos podem ser maiores.

Os estudos concluem que os primatas do sexo masculino são então, provavelmente, “biologicamente bem adornados na aparência ou bem dotados – mas não ambos”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em suma, o desenvolvimento de testículos grandes e o crescimento de características masculinas alfa – um monte de pêlos no corpo e barbas grandes e grossas, podem consumir muita energia. Sendo assim, a tendência é dos machos irem para um lado ou outro e não ambos.

“E se os machos não conseguem manter os machos longe de suas fêmeas”, diz um comunicado de imprensa da Universidade de Zurique, “eles tentarão superá-los no nível de espermatozóides. Ao inundar o esperma dos outros, eles podem aumentar suas chances de fertilização. Mas produzir muito espermatozóide requer testículos grandes.

“A elaboração dos ornamentos vem à custa do tamanho dos testículos e da produção de espermatozóides”, diz um dos autores do estudo, Stefan Lüpold. “Em suma, os machos mais espertos têm os menores testículos.”

Embora a maior parte da pesquisa tenha estudado primatas como macacos, o estudo também analisou humanos. Ele se baseou em pesquisas anteriores que sugerem que “homens com rostos mais masculinos são percebidos como mais atraentes e relatam um número maior de parceiros sexuais do que homens com rostos menos masculinos”.

“Grandes testículos vêm com ‘armas grandes’, mas menos ornamentação”, diz Lüpold em um comunicado de imprensa. “É difícil ter tudo”, conclui a observação.

É incerto como a pesquisa pode ser impactada por fatores como moda e cultura – ambos podem influenciar se os humanos cultivam barba ou não, concluiu o artigo original do Gay Star News, que divulgou a pesquisa.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).