Em um polêmico artigo que escreveu sobre a carreira de Madonna ontem, o jornalista britânico Lewis Peters, fez uma verdadeira confissão sobre o dia em que foi expulso da casa de um boy que conheceu no Grindr.


Assista também:


Ele e o garoto conversaram pelo aplicativo e viram que tudo combinava. O que não esperavam é um quesito inusitado – que o garoto não deixou claro – e fez o encontro (e a chuca!) ir por água abaixo: ser fã de Madonna.

“Cheguei lá na casa dele e tava passando na TV o DVD de um show da Madonna, bem na hora em que ela cantava 4 Minutes”. O date tava lá curtindo o show da turnê Sticky & Sweet de 2008.

Sem maldade, ele, que não é fã de Madonna, perguntou: “Você curte?”, ao que o garoto respondeu rispidamente: “Você não curte Madonna?! Cai fora da minha casa!!”

E não foi uma brincadeira ou modo de dizer. Lewis foi literalmente expulso da casa do boy… e ficou (literalmente!) chupando o dedo! Tudo por não ser fã de Madonna. Pode isso, gente?

Aliás, pode ser gay sem ser fã da Madonna? Comenta aqui embaixo!

“Ele simplesmente me expulsou. E nem tinha rolado o encontro ainda e nem nada! Nunca mais nos falamos depois disso. Foi ridículo”, desabafou Lewis.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).