O esquiador americano Gus Kenworthy beijou o namorado, Matthew Wilkas, durante a exibição das Olimpíadas de Inverno neste domingo (18) ao vivo na TV nos Estados Unidos e em todo o mundo.

“Poder fazer isso, dar um beijo, ter essa afeição transmitida para o mundo, é incrível. A única maneira de mudar as percepções, quebrar barreiras e combater a homofobia, é através da representatividade”, comentou Gus Kenworthy para a Time Magazine. “Definitivamente não é algo que eu vi quando criança. Nunca vi um atleta gay beijando seu namorado nas Olimpíadas. Se eu tivesse visto, certamente teria sido mais fácil meu processo de entendimento e aceitação” completou. Ele beijou Wilkas antes de competir na prova de esqui freestye.

Antes da competição, Kenworthy falou sobre o orgulho que ele tinha de ter o namorado com ele em PyeongChang. E embora ele não tenha ganho uma medalha, provavelmente por ter quebrado o polegar nos treinos na semana passada, ele ainda faz parte da história olímpica.

“É bom que tenha sido televisionado porque isso o torna algo normal”, disse Wilkas a Time. “Eu imagino que este é um grande momento na vida de um garoto gay ver um atleta orgulhoso de si mesmo e que não se importa com o que alguém pense sobre a sua sexualidade”.

Embora ele tenha ficado desapontado com o resultado neste domingo, Kenworthy deixou claro que a sua Olimpíada foi um sucesso. “Eu acho que a coisa mais importante do mundo é que todos vivam suas vidas sendo autênticos e honestos consigo mesmos”, disse ele ao ABC NEWS. “Eu realmente não consegui fazer isso na Olimpíada de 2014 em Sochi na Rússia, de compartilhar um beijo com meu namorado, e era algo que eu estava com muito medo de fazer por mim mesmo. E pode fazer isso, dar-lhe um beijo, ter esse afeto transmitido para o mundo, é incrível. Não foi o resultado esportivo que eu esperava, mas estou muito orgulhoso de representar a comunidade LGBTQ e feliz por estar aqui com outros atletas que também são. E ser parte de um país tão incrível e diversificado “.

Gus Kenworthy perdeu uma medalha, mas deixou sua marca na história das Olimpíadas de Inverno com um beijo.


Veja também:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).