Nicholas Yatromanolakis se tornou o primeiro ministro assumidamente gay na Grécia depois de ser nomeado vice-ministro da cultura na segunda-feira (4 de janeiro).

Nicholas Yatromanolakis foi nomeado vice-ministro da cultura em um momento inovador para a visibilidade LGBT+ na Grécia. (Instagram)
Nicholas Yatromanolakis foi nomeado vice-ministro da cultura em um momento inovador para a visibilidade LGBT + na Grécia. (Instagram)

Yatromanolakis foi promovido de seu cargo anterior de secretário-geral do ministério como parte da remodelação do gabinete do primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O primeiro-ministro deixou a maioria dos principais funcionários do gabinete no lugar, com os ministros da saúde e finanças permanecendo em seus cargos, relata a Associated Press.

Yatromanolakis e outros ministros do governo de centro-direita tomarão posse na terça-feira, segundo relatos da mídia local.

O novo vice-ministro da cultura sempre apoiou os direitos LGBT+ ao longo de sua carreira, de acordo com o site grego Ta Nea.

LGBT+ da Grécia celebraram a promoção de Nicholas Yatromanolakis

Sua nomeação foi anunciada como uma vitória para a visibilidade LGBT +, com muitos elogiando o vice-ministro da cultura por representar pessoas queer nos mais altos escalões da política da Grécia.

Yatromanolakis, que regularmente posta fotos de seu cão de resgate Vrasidas e de seu gato Patrick no Instagram, estudou ciência política e relações internacionais na Universidade Panteion, na Grécia, antes de ir para os Estados Unidos para um mestrado em políticas públicas em Harvard.

VEJA TAMBÉM:  Envolvido em escândalo, político gay divide opiniões sobre se poderia ou não ter ficado com estudantes

Ao longo de seu tempo no governo, Yatromanolakis defendeu os direitos das crianças e defendeu o avanço dos direitos LGBT+.

Ele também exortou os gregos a usarem máscaras em público em um esforço para conter o aumento dos casos de coronavírus.

A nomeação de Yatromanolakis ocorre após vários anos de avanços nos direitos LGBT + na Grécia. As uniões do mesmo sexo são legalmente reconhecidas desde 2015 – no entanto, a igualdade no casamento total ainda não é uma realidade.

Houve também um avanço significativo nos direitos trans em 2017, quando os transgêneros finalmente receberam o direito de ter seu gênero legalmente reconhecido, sem passar por cirurgia de afirmação de gênero.

Avatar
Carioca, antenado e intenso. Redator do Põe na Roda e Produtor Digital da Rádio Rio de Janeiro. Amante das artes, desde as cênicas até a fotografia. Taurino com 21 anos, apreciador raiz da cultura pop e um jornalista em construção.