Uma nova pesquisa revelou que gays se masturbam mais do que os héteros no geral, mas ao mesmo tempo se fantasiam menos com seus ex-parceiros.

Segundo publicou o portal PinkNews,  o cirurgião e especialista em saúde de gays, Dr. Evan Goldstein, entrevistou mais de 1.000 americanos sobre “várias orientações sexuais, experiência sexual, status de relacionamento e sexo” sobre seus hábitos e preferências de masturbação.

A pesquisa descobriu que o americano hetero médio se masturba cerca de 12 vezes por mês, enquanto entre gays o número sobe para 14,2.

Goldstein também queria saber o que as pessoas pensam quando se masturbam, e enquanto as celebridades ocupavam o primeiro lugar com 34,4% das pessoas fantasiando sobre elas, os ex-parceiros chegaram em segundo com 33,6%. Apenas 25% dos entrevistados disseram que apenas fantasiam sobre seu parceiro atual.

Mas quando separados por orientação sexual, havia um contraste entre as fantasias dos participantes gays e heterossexuais da pesquisa. 35,9% das pessoas heterossexuais admitiram pensar em ex-ex-namorados enquanto voam sozinhas, mas menos de um quarto dos gays (24,7%) disse o mesmo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Enquanto a maioria das pessoas disse que sentiu emoções positivas após a masturbação, 7,8% disseram ter sentido culpa ou vergonha.

A pesquisa constatou ainda que as pessoas que nunca fizeram sexo têm duas vezes mais chances de assistir a pornografia solo de artistas intérpretes, e quase um em cada cinco (18%) gays assiste principalmente a pornografia explícita quando se masturbam.

Pesquisas anteriores também descobriram que não é incomum as pessoas assistirem pornô que não se alinha à sua própria orientação sexual.

No ano passado, as pesquisas esclareceram por que a pornografia gay entre homens é tão popular entre as mulheres, com fatores que incluem o amor pela forma masculina e a versatilidade do sexo gay.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).