Hoje em dia sabemos que é perfeitamente possível e até seguro ser soropositivo e viver com HIV. Mas como era viver, e principalmente SOBREVIVER, na época da descoberta em que a AIDS era rotulada como “Câncer gay” pela mídia? Quando não havia tratamento? Quando toda semana morria um amigo diferente? Cazuza, Renato Russo, Freddie Mercury… Quantos famosos morreram de HIV? Quando a AIDS era cercada de ignorância? E um ponto de vista inesperado: houve um lado bom do HIV?  Veja abaixo:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).