O fotógrafo Lee Poulin, da Steel Photographs, tem o dom de encontrar a luz natural perfeita para destacar o que há de melhor em seus modelos masculinos. Ele também sabe que ajuda esses homens a se verem, muitas vezes, sob uma nova luz.

Em entrevista a revista gay americana The Advocate, ele falou sobre sua carreira, e como ser um homem gay o ajudou no seu mais recente trabalho: fotografar 35 homens em poses extremamente sexies.

“Meu interesse pela fototerapia começou anos atrás quando eu usava apenas um ponto e fotografava com absolutamente nenhuma ideia do que estava fazendo. Sempre tive um olho para a composição, mas nunca entendi como tirar uma foto. Cerca de 3 anos eu investi em uma boa câmera e comecei a estudar sobre fotografia. Pedi a amigos para me deixar fotografa-los para que eu pudesse praticar o máximo possível e continuar testando algumas idéias”, explicou Poulin.

“Sendo um homem gay, eu obviamente fui atraído pela forma masculina. Eu absolutamente amo como a luz pode melhorar tão lindamente uma foto. Quase tudo que tiro é em luz natural. Enquanto eu fotografei ótimas imagens com iluminação artificial, e vi algumas imagens incríveis de outros fotógrafos, algo sobre o resultado das fotos naturalmente iluminadas realmente se destacou para mim. Também foi muito mais fácil simplesmente pular no metrô com a minha câmera para fotografar em qualquer lugar ”.

Segundo ele, a ideia de fotograr a ideia de fazer  fotos dos modelos usando gravatas e em trajes íntimos surgiu do nada.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Eu tinha visto ligas para meias e gravatas juntas em uma imagem uma vez e eu apenas pensei que havia algo sobre elas parecerem muito sexy. Então eu fui até uma loja e comprei um par e fiz a primeira foto com esse look formal “desconstruído”.

A partir daí Poulin começou a fotografar diversos homens e esse estilo de foto acabou se tornando sua marca registrada.

“Eu me apaixonei pelo conceito e decidi fazer disso a minha ‘assinatura’. E é algo que eu sempre tentei fazer com todas as modelos que eu fotografei. Eu trago a gravata e meia-liga comigo e sempre me certifico de que eles têm uma camisa branca e meias pretas. Ultimamente, comecei a explorar um visual mais vintage. Eu tinha feito um ensaio ao longo dessas linhas há alguns anos atrás com John Carroll, mas foi só recentemente que comecei a me concentrar mais nisso. Estou sempre tentando criar um novo conceito para explorar. ”

“Quando se trata de minhas fotografias, eu prefiro apenas capturar um modelo sobre dirigir e posar um. Às vezes, eu digo a eles para colocarem a perna em algum lugar, mas tendo a dar pouca orientação sobre o que devem fazer. Não quero que as imagens pareçam complicadas ou realmente configuradas. Eu quero que eles sejam apenas sensuais e eróticos, mas sexy e de bom gosto”

Para conferir mais fotos desse ensaio, clique aqui.