Katie Sowers fez história ao se torna a primeira treinadora mulher e abertamente lésbica a treinar uma equipe que chegou ao Super Bowl, final do campeonato da NFL, que é a liga profissional de futebol americano.

Com 33 anos, Katie é técnica do time “San Francisco 49ers”, atuando principalmente na orientação e desenvolvimento dos jogadores que ficam na posição ofensiva, chamados de “wide receivers”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Há muitas pessoas que se identificam como LGBT na NFL, como em qualquer outro ramo, mas não se sentem confortáveis sobre sua orientação sexual”, revelou Katie em entrevista ao site Outsports.

VEJA TAMBÉM:  Mesmo com medo de perder patrocínio, atleta britânico do ciclismo sai do armário

Na universidade, Katie disputou a Women’s Football Alliance (WFA), liga de futebol americano feminino dos EUA. Em 2013 foi vencedora da Copa do Mundo da Federação Internacional de Futebol Americano (IFAF). Foi em 2016 que ela começou a trajetória na comissão técnica da NFL, integrando temporariamente o time “Atlanta Falcons”. Depois da experiência, se tornou assistente sazonal da equipe do San Francisco, até ser efetivada nesta temporada. 

Katie é a segunda mulher a participar de uma comissão da NFL. Em 2016, Kathryn Smith fez parte do grupo de treinadores do Buffalo Bills.