Viralizou na Internet a expressão “idiota” ao ser revelado que, ao buscar pela palavra na Internet, o Google te retorna o presidente eleito Jair Bolsonaro em seus resultados.

E a atitude não tem nenhum truque, não se trata de fake news e nem qualquer armação eleitoreira da oposição.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Acontece que, devido ao fato do presidente eleito Jair Bolsonaro ter recebido prêmio internacional na França nas categorias Mais Misógino e Mais Racista de 2018, e ter concorrido na categoria Mais Idiota do Ano (conquistada por Kayne West), os algoritmos do Google, que categorizam palavras chaves usadas nas notícias, automaticamente relacionou os dois termos, fazendo com que uma rápida busca por “idiota” te retorne “jair bolsonaro”.

Com o número crescente de veículos brasileiros noticiando as palavras “idiota” e “bolsonaro” nos mesmos artigos, ao citar os prêmios recebido e disputados por Bolsonaro, com títulos como “Bolsonaro concorre a prêmio de Idiota do Ano” ou “Idiota do Ano já tem concorrente brasileiro: Jair Bolsonaro”, os resultados na busca por “Bolsonaro” ou “idiota” acabaram se relacionando e tanto uma palavra quanto a outra trazem resultados semelhantes.

VEJA TAMBÉM:  Em vídeo, Narcisa declara voto em Bolsonaro e LGBTs reagem: “Expulsa do Vale!”

Não se trata de um erro do Google ou mesmo que ele seja esquerdista/comunista/feminista/outros istas como Bolsominions gostam de chamar sem nem saber o que significam essas palavras. É apenas a inteligência artificial do Google cumprindo sua função na tentativa de trazer as páginas mais relevantes e atuais sobre cada assunto, como funciona em seu mecanismo em qualquer busca que você faça.

O pior para o presidente eleito, é que, após a divulgação da notícia de que a busca por “idiota” leva a “Bolsonaro”, as buscas neste sentido dispararam, fazendo com que o algoritmo da plataforma privilegie ainda mais este tipo de busca.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).