Que grande parte dos bolsominions (como são chamados os robôs defensores do deputado federal homofóbico e presidenciável, Jair Bolsonaro) nas redes sociais, são adolescentes desocupados sob perfis fakes sem ter a coragem e dignidade de dar o nome e mostrar o rosto, disso não restam dúvidas.

Pois bem. A reação do professor de uma escola a um aluno que é mais um desses bolsominion, viralizou na Internet alcançando dezenas de milhares de retweets no Twitter.

Ao ver um jovem que mal saiu das fraldas defendendo um candidato que defende volta da ditadura, armamento de população sem preparo pra tal e ainda é contra direitos e igualdade de LGBTs, negros e mulheres, o professor – que viveu a ditadura e ao contrário do aluno, é estudado – não se conteve.

“Pára de falar desse merda! Eu lutei muito pra ter democracia neste país, levei porrada nas costas!! E essa porra falando desse Bolsonaro, um safado, ladrão! A família triplicou tudo que tinha em seis anos!”.

E fez questão de lembrar das afirmações absurdas que Bolsonaro já fez: “Não gosta de pobre, não gosta de negro… Leia o que era Hitler na Alemanha!! Presta atenção na História!! Vocês querem o que??”

E não é pra menos, né? O mínimo que poderia se esperar de um aluno na escola, é que estudasse ao menos um pouquinho de História. Só um pouquinho. Já adiantava pra saber razoavelmente o quão absurdo e perigoso é termos um candidato como este nesta posição.

Assista ao vídeo e tire as suas conclusões:

Na Internet, as opiniões dos internautas se dividiram entre “necessária” e “exagerada” a atitude com o aluno. E você, o que achou da reação do professor? Comente abaixo!



Veja também:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).