Uma pelada pelados é não apenas um trocadilho, mas também uma maneira de protestar. É isso mesmo!

Em uma manifestação contra a “comercialização do esporte”, dois times amadores de futebol alemão jogaram completamente nus.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O organizador do protesto, o artista Gerrit Starczewski, disse ao NY Post que queria demonstrar autenticidade humana com a nudez, o que ele acredita que falta ao esporte atualmente. O jogo exibicionista aconteceu no Stimberg Stadium, no extremo norte da área industrial do Ruhr, na Alemanha.

“O sistema do futebol está doente e é por isso que todos nós ficamos nus”, disse Starczewski à revista esportiva 11Freunde antes da partida.

“Todo mundo quer ter autenticidade. Mas acho que você só é particularmente autêntico se dispensar todas as outras coisas, realmente tudo, desde os banners publicitários até as roupas”, explicou ele.

VEJA TAMBÉM:  Bicampeã olímpica e lésbica: conheça a técnica da seleção brasileira feminina, Pia Sundhage

naked Fussball: Nackig machen gegen den Kommerz am 29. Mai in Oberhausen

Os jogadores, que vieram da cidade de Oer-Erkenschwick, usavam apenas chuteiras e meias, que eram separadas por cor para diferenciar quem estava em qual time. Os números foram pintados à mão nas costas dos jogadores.

O protesto ocorre poucas semanas depois que promotores suíços lançaram uma investigação criminal contra o chefe da FIFA, órgão que controla o futebol, por corrupção “desenfreada, sistemática e enraizada”.

E não é só pelo futebol raiz e contra a comercialização que ele protesta. Starczewski avisou que a ação serve também como alerta aos padrões corporais: “Com minha atitude, também quero dar um exemplo de diversidade, naturalidade e contra a dependência e influência das redes sociais e falsos ideais de beleza”.

E completou: “A autenticidade corporal é algo que está ausente no futebol moderno e que se reflete na forma como o esporte vende um determinado tipo de imagem corporal. Tudo tem que estar perfeito lá também e, no final, tudo se resume à comercialização. ”

VEJA TAMBÉM:  Contra homofobia, héteros dão as mãos em shopping e dizem: “À espera de um bozominion!”

 

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).