As regras de doação de sangue finalmente foram relaxadas para homens gays e bissexuais no Reino Unido. Segundo as regras anteriores, homens gays e bissexuais não tinham permissão para doar, a menos que se abstivessem de sexo por três meses, sendo tratados como muito arriscados para doar.

Essa regra arcaica agora vai mudar, com o governo introduzindo uma política individualizada baseada no risco, que tem sido chamada de “a política mais progressista para gays e bissexuais do mundo”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Segundo o Gay Times, os doadores, independentemente do sexo ou sexualidade, agora terão permissão para doar, a menos que tenham feito sexo anal com uma nova pessoa ou com mais de uma pessoa nos últimos três meses.

Doação de sangue tem mudanças implementadas até o verão de 2021

O Dr. Michael Brady, Diretor Médico da Terrence Higgins Trust, saudou a mudança. Em um comunicado, ele disse: “Nossa primeira prioridade deve ser sempre garantir a segurança do suprimento de sangue no Reino Unido.

VEJA TAMBÉM:  Gay foge de perseguição no Marrocos e sofre homofobia ao chegar ao Reino Unido

“Congratulamo-nos com esta mudança para uma abordagem de avaliação de risco mais individualizada para qualquer doador em potencial, o que maximiza o número de pessoas que podem doar enquanto garante que o suprimento de sangue é seguro”.

“Agora precisamos examinar as restrições em vigor para outros grupos que desejam fazer doação de sangue, incluindo ex-usuários de drogas injetáveis, para ver se podemos tornar a elegibilidade para doação de sangue ainda mais inclusiva.”

Ethan Spibey da FreedomToDonate – o grupo de pressão que liderou uma campanha de coalizão por uma doação de sangue justa e igual – chamou isso de uma “nova política pioneira” que fornecerá a mais pessoas o “presente de sangue que salva vidas”.

O secretário de Saúde Matt Hancock também saudou as novas regras como um “passo positivo” porque reconhece os indivíduos pelas ações que realizam “ao invés de sua preferência sexual”.

VEJA TAMBÉM:  Príncipe Harry irá transicionar de gênero em 2027, afirma cientista que diz ter viajado no tempo

Ele explicou: “Esta mudança marcante na doação de sangue é segura e permitirá que muito mais pessoas, que foram anteriormente excluídas pelos critérios de seleção de doadores, aproveitem a oportunidade para ajudar a salvar vidas”.