O ex-ginasta, até então, bolsonarista, Diego Hypolito, anunciou neste domingo (27) que virá candidato a vereador em São Paulo. Segundo o UOL, o medalhista de prata dos Jogos Olímpicos do Rio está concorrendo a um lugar na Câmara Municipal da capital paulista pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), um partido de esquerda.

“Depois de refletir muito, vi que meu destino é tentar motivar e ajudar pessoas que como eu, precisam do esporte para crescer. É uma decisão muito séria e que vou me dedicar para alcançar. Para que isso seja possível, preciso mais uma vez do apoio de vocês para poder ajudar o esporte e principalmente, ajudar vidas. Deixamos de sonhar por nossos obstáculos serem diários e muitas vezes, quase impossíveis, mas juntos vamos superar qualquer desafio”, escreveu Diego Hypolito no Instagram.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

No dia oficial do lançamento de sua campanha, Diego Hypolito não informou à qual Câmara Municipal está concorrendo, nem seu partido, o que disse que só faria na semana que vem, mas o UOL apurou a informação no sistema do TSE, e é possível ver que ele concorre pelo PSB, um partido de oposição ao governo Jair Bolsonaro.

VEJA TAMBÉM:  Daniele Hypolito apoia Diego em decisão de assumir ser gay: "Sempre apoiei meu irmão"

Diego Hypolito e seus aliados no partido

Ao lançar sua biografia em 2019, Diego Hypolito recebeu em sua fila de autógrafos, Márcio França, que é candidato a prefeito pelo PSB. O lançamento aconteceu dias depois de seu fatídico encontro com o presidente Jair Bolsonaro, que gerou muitas críticas da comunidade LGBQIA+, visto que, no mesmo ano, o atleta saía do armário.

Ano passado, Diego apareceu em uma foto junto com a família Bolsonaro “louvando a Deus” e na sequência, ao participar como convidado da festa Gambiarra em São Paulo, o atleta foi extremamente vaiado, sendo praticamente “cancelado” ao vivo pelo público presente.