Um grupo de detentos do Centros de Reintegração Social (Cereso), no México, abriu uma conta no Onlyfans. Os rapazes prometem vídeos de encontros sexuais, nudez e fotos beeeem quentes, tudo gravado dentro da unidade prisional. As informações são do T13 e tomaram conta da imprensa mexicana.

A mensalidade da assinatura do conteúdo é cerca de R$ 34,00 (cem pesos mexicanos). Os presos justificam que o valor arrecado serve para a compra de “coisas” dentro do presídio. A conta já possui mais de 1500 seguidores, 70 fotos e 80 vídeos. Os rapazes ainda oferecem desconto para o conteúdo através do Twitter e do Telegram.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Detentos criam Onlyfans da prisão pra faturar uma grana
Detentos criam Onlyfans da prisão pra faturar uma grana (Foto: Reprodução / Twitter)

As autoridades do país ainda não identificaram como os presos estão divulgando o conteúdo, uma vez que aparelhos celulares não são permitidos nas prisões. As autoridades penitenciarias afirmaram que estão tomando as medidas necessárias.

VEJA TAMBÉM:  MEU DEUS! Tyler Posey põe a bunda pra jogo em novo filme

O perfil levava a discrição de “vendemos conteúdo para comprar coisas aqui dentro”, mas após a exposição pública o trecho foi alterado para um emoji de silêncio. E aí, comprariam o conteúdo?