Internacionalmente, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, vem sendo mais rejeitado que bombom de banana da caixa da Garoto.

A companhia aérea Delta Airlines acaba de anunciar que não irá mais patrocinar o evento da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, no qual o presidente Jair Bolsonaro será homenageado. Ou seria? Porque a princípio ninguém fora do Brasil quer ter a imagem ligada ao “mito”…

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Outra empresa que também tirou apoio ao mesmo evento foi a consultoria Bain & Company. Em comunicado, justificaram a atitude: “Encorajar a celebrar a diversidade é um valor central para a Bain”.

A cerimônia continua marcada para o dia 14 de maio em Manhattan. Dois outros estabelecimentos também se recusaram a sediar o evento foram o Museu de História Natural de Nova York e o restaurante Cipriani Hall, um dos principais e mais históricos da Wall Street.

O Museu de História de Nova York se limitou a justificar a recusa dizendo que “Jair Bolsonaro deve arrumar outro lugar para sediar seu evento”. 

VEJA TAMBÉM:  Após decisões de Bolsonaro, Aguinaldo Silva teme tempos difíceis para LGBTs

Como se não bastasse, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, ainda afirmou no Twitter: “Bolsonaro é perigoso. Incentiva racismo, homofobia e decisões destrutivas com impacto ao futuro do planeta”, se referindo ao desmatamento da Amazônia e suas posturas em relação ao meio ambiente.

Sugestão aos envolvidos? Faz a festinha lá no Açaí da Val, a funcionária fantasma que era contratada pelo então deputado Bolsonaro!

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).