Dois pinguins imperadores do zoológico de Berlin queriam tanto um bebê que decidiram chocar um peixe morto cercado de pedras. Finalmente eles conseguiram, com ajuda dos funcionários do zoológico, um ovo para eles mesmos.

Quando um ovo de uma pinguim fêmea foi abandonado, a equipe do local não teve dúvidas e deu a Ping e Skipper, o casal gay de pinguins que já está junto há 10 anos.

Segundo o jornal alemão Berliner Zeitung, ao qual falou o funcionário do zoológico Marximilian Jaeger, os dois tem agido de maneira exemplar: “Eles se dividem em turnos para chocar o ovo desde que demos de presente”.

Entretanto, não é possível ainda dizer com certeza se o ovo está fertilizado, algo que só poderá ser possível constatar ao final do processo, daqui a 55 dias.

Casais homoafetivos de pinguins são relativamente comuns tanto na vida selvagem como em cativeiro apesar de Skipper e Ping serem os primeiros do zoológico de Berlin.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Mês passado, por exemplo, no aquário Sea Life de Londres, um casal de pinguins lésbicas tornou-se mães de um bebê chocado durante o mês de junho.

Em comemoração ao mês do Orgulho LGBT inclusive, o aquário de Londres ganhou uma faixa onde se lia: “Pinguins gays existem. Lide com isso”.

No Zoológico de São Francisco, um casal de pinguins machos de Magalhães tem cuidado de filhotes abandonados, ganhando elogios de funcionários que disseram que são “pais fantásticos”.

Não apenas entre pinguins, mas no reino animal em geral, a sexualidade é diversa, ainda que, como entre humanos, maioria seja heterossexual. O acasalamento entre exemplares do mesmo sexo já foi registrado em mais de 1.500 espécies diferentes.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).