Um casal hétero foi visto praticando sexo em público à luz do dia em uma praia de Aracaju.

Bem, pra falar deste assunto aqui, vale lembrar que, na semana do ano novo, viralizou e gerou indignação na Internet (e não era pra menos!) um vídeo que mostrava um grupo de homens gays se aglomerando e praticando obcenidades em uma noite na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. Todos visivelmente alterados e dois deles chegando a se masturbarem em via pública.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Se você não teve o desprazer de se deparar com o material na sua timeline e deseja mesmo assim, veja abaixo:

Na Internet, alguns LGBTs justamente ofendidos como qualquer pessoa que não é obrigada a ver um ato íntimo indesejado por aí e se incomoda legitimamente, não tardaram a reclamar do ato obsceno em público. E até aí estavam cheios de razão.

VEJA TAMBÉM:  Hétero passa horas construindo “castelo arco-íris” no Minecraft pra amigo gay rejeitado pelos pais

O problema é que alguns se intitularam porta-vozes da comunidade LGBT e saíram pela web pedindo desculpas “em nome dos LGBTs”.

Oras, a promiscuidade ou ato de atentado ao pudor eventual não é um problema de casais LGBTs ou de qualquer casal hétero cisgênero especificamente. Mesmo sendo errado, muitas pessoas fazem isso a rodo em festas e eventos públicos como festivais, ano novo, carnaval e etc. Portanto, é errado dar a entender que um ato isolado (e realmente lamentável!) é uma questão dos LGBTs, ou de gays cis brancos como alguns apontaram. E pior, vir pedir “desculpas em nome da comunidade LGBT” como se algum LGBT tivesse algo a ver com isso ou fosse algum tipo de porta-voz de toda comunidade.

Prova disso é que mais recentemente, no último dia 3 de janeiro, um casal hétero foi flagrado em plena luz do dia transando em uma praia de Aracaju. O ato ainda aconteceu no topo de uma estrutura feito andaime da praia que se encontrava vazia, onde provavelmente deve ficar o salva-vidas que não se encontrava no local. Pra todo mundo, até criança, poder ver passando por ali! Absurdo, né?

VEJA TAMBÉM:  Homem que carregava a bolsa da esposa é confundido com gay e espancado na Sérvia
Casal hétero faz sexo ao vivo em plena praia à luz do dia. (Foto: Reprodução / Twitter)
Casal hétero faz sexo ao vivo em plena praia à luz do dia. (Foto: Reprodução / Twitter)

“Esperando a comunidade hétero se desculpar”, disse ironicamente um dos internautas que postou o vídeo que já conta com mais de 400 mil visualizações.

Sem tirar o peso do erro e atitude lamentável da meia dúzia de gays sem noção em Ipanema, mas será que vai ter tanto LGBT – ou mesmo héteros – julgando e se indignando na Internet compartilhando o vídeo novo agora? E pior, culpando o casal hétero, a orientação sexual dos dois ou uma suposta “promiscuidade dos héteros” pela falta de respeito alheia do mesmo modo que aconteceu com o casal gay? Certamente não, né?

Se quiser, veja o post e assista ao vídeo abaixo:

Nos comentários, muitos LGBTs manifestaram opinião semelhante a do autor da postagem sobre o casal hétero. “Se fosse um casal homo, já estariam xingando!”, “Podres! Se fosse casal LGBT até polícia já tinha dado!” e “Falta de noção… Espaço público, desrespeito com as pessoas ao redor. E os comentários… Se fosse um casal homo…” foram alguns dos comentários. E tem toda razão, né?

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).