Novos detalhes absurdos surgiram da história envolvendo aquele deputado homofóbico da Hungria que foi flagrado em uma orgia gay em Bruxelas, na Bélgica.

Um dos organizadores da festa contou à imprensa belga que quando a polícia chegou após a denúncia de aglomeração no surubão belga, vários dos convidados acharam que a interrupção fazia parte da festa e os policiais que chegaram eram homens gays fetichistas. Ainda segundo o relato, alguns chegaram a tentar abrir o zíper dos policiais até entenderem que eram realmente oficiais e estavam ali pra acabar com a festa e não participar dela.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

József Szájer, de 59 anos, é um deputado super conservador do Parlamento Europeu. Ou melhor, ele era até que renunciou ao cargo após ser pego, literalmente, com as calças abaixadas em uma sala cheia de homens nus em um evento apelidado de ‘Orgia do Papai’. Ele tentou fugir por uma janela e foi pego pela polícia escalando por um cano de esgoto.

VEJA TAMBÉM:  Político homofóbico da Hungria preso em orgia gay torna-se ícone gay
József Szájer, político conservador flagrado em orgia gay. (Foto: Reprodução / Twitter)
József Szájer, político conservador flagrado em orgia gay. (Foto: Reprodução / Twitter)

David Manzheley é a pessoa que organizou a orgia. Falando ao Daily Mail, ele explicou que a festa era originalmente pensada para receber 10 convidados mediante teste de COVID. No entanto, esses convidados trouxeram seus próprios convidados, e as coisas acabaram saindo de controle.

“De repente, toda a minha sala de estar ficou cheia de policiais”, disse ele ao noticiário em língua holandesa de Bruxelas, Het Laatste Nieuws, em uma entrevista separada.

“Eles chegaram e já começaram a gritar: ‘Carteira de identidade! Agora!’. Mas não estávamos nem usando calças, como em nome de Deus poderíamos pegar rapidamente nossa carteira de identidade? “

Organizador de orgia gay mostrando o apartamento onde tudo aconteceu. (Foto: Reprodução / Baert)
Organizador de orgia gay mostrando o apartamento onde tudo aconteceu. (Foto: Reprodução / Baert)

Para aumentar a cena caótica, Manzheley disse que alguns convidados “tentaram abrir o zíper das calças dos policiais” assim que eles chegaram em plena orgia gay.

Fotos e vídeos obtidos pelo tablóide húngaro Blikk mostraram a sala onde aconteceu a orgia decorada com teias de aranha pretas, caveiras com olhos brilhantes, tridentes demoníacos e outros motivos de Halloween.

VEJA TAMBÉM:  Organizador denuncia “Surubão de Bruxelas” entre políticos de 9 países

O apartamento, localizado acima de um bar, era mobiliado com sofás estofados e colchões espalhados pelo chão. E colocado convenientemente no centro da sala parece ser uma estação de lubrificante. Ou será álcool gel em tempos de covid?

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).