A marca de beleza Mary Kay diz demitiu uma de suas vendedoras do Centro-Oeste dos Estados Unidos depois que ela foi exposta sendo uma grande racista.

Linda Bergerson, de Cedar Rapids, Iowa, vende os produtos da marca desde que deixou o emprego de professora nos anos 80 para se tornar uma vendedora de cosméticos em período integral.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ela trabalhou dentro do esquema da pirâmide, tornando-se uma das maiores vendedoras e chegando a ganhar o cobiçado carro rosa dado pela Mary Kay às suas profissionais com melhores resultados.

Ironicamente, foi ao lado de seu Cadillac rosa que ela teve sua queda. No início deste mês, ela e o marido, Tom, foram vistos saindo do carro e derrubando uma placa em apoio ao movimento #BlackLivesMatter – que protesta contra a desigualdade e pelas vidas de pessoas pretas – em Grand Marais, Minnesota.

VEJA TAMBÉM:  Milhares saem às ruas dos EUA em solidariedade a vidas negras e trans

A placa estava na propriedade privada do proprietário do resort Andy DeLisi, que viu o que estava acontecendo em sua câmera de segurança e chamou a polícia. Quando chegaram, os Bergerson disseram ao policial que pegaram a placa porque eram racistas para “mandarem seu recado”.

Depois que as imagens viralizaram na Internet e Linda foi identificada, a Mary Kay logo se viu envolvida na polêmica nas redes sociais e providenciou o desligamento dela da marca.

Em um comunicado, a Mary Kay afirmou:

“A Regra de Ouro, o respeito e a importância de fazer com que os outros se sintam valorizados são os valores fundamentais da Mary Kay e são esperados de todos os consultores de beleza independentes que representam nossa marca. Depois de analisar essa situação, estaremos cortando nosso relacionamento com esse indivíduo”.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).