Celine Dion. Não estamos falando da cantora, mas de um homem gay de 30 anos que vive em Staffordshire, na Inglaterra, e bebeu tanto em uma noite nas festas de ano novo que acabou mudando legalmente seu nome para o da diva.

O incidente se deu no dia 30 de dezembro. O rapaz, que antes era chamado Thomas Dodd, postou uma foto no Twitter dos documentos que recebeu pelos correios após a mudança realizada pela Internet em um serviço público online do governo britânico: “Em algum momento do Natal, tomei muitos vinhos e mudei legalmente meu nome para Celine Dion!”, escreveu ele anexando a foto no post da conta que acabou sendo deletada da plataforma após ele mudá-la para “Celine Dion”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ele só descobriu sobre a mudança dias depois, quando recebeu a documentação pelo correio e verificou que havia inclusive gasto a bagatela de 89 libras (mais de R$600) para oficializar a decisão.

VEJA TAMBÉM:  Celine Dion lança linha de roupas sem gênero para crianças

Ao jornal BirminghamLive, o ex-Thomas contou que é um pouco obcecado pela cantora e tem assistido muitos de seus shows ao vivo enquanto fica preso em casa durante a quarentena. “Cheguei do trabalho e havia um grande envelope branco com‘ não dobre ’escrito nele. Quase desmaiei na cozinha quando abri”.

Em outra entrevista, desta vez ao New York Post, Celine Dion falou: “Eu honestamente, juro mesmo, não me lembro de fazê-lo! Eu lembro de assistir ao show e lembro de ficar bem ‘bebinho’. Eu não estava ciente do que eu tinha feito até encontrar aquele envelope na minha caixa de correio. Inicialmente, eu tive que sentar por não acreditar naquilo — então eu chequei com meu banco, que confirmou tudo. Uma vez que caiu a ficha, eu assinei [os documentos] na hora, já que eu a amo demais!”.

VEJA TAMBÉM:  Celine Dion lança novo álbum cercada de drag queens montadas de Celine Dion; assista
Thomas, agora Celine Dion e os novos documentos. (Foto: Reprodução / Twitter)
Thomas, agora Celine Dion e os novos documentos. (Foto: Reprodução / Twitter)

Então ele explicou: “Então minha preocupação virou: ‘como posso dizer ao departamento de RH no trabalho que preciso mudar o rodapé do meu e-mail para Celine Dion!?’ Ao menos agora estou pensando que pode ser uma ótima maneira de acessá-la nos bastidores. Só estou rezando para não ser parado pela polícia por nada! Seria bem estranho!”.

Em seu estado de embriaguez, o rapaz agora chamado Celine Dion estava tão desesperado para provar seu novo nome para as pessoas que pediu oito certificados extras. Ele acrescentou: “Aparentemente, é a coisa mais engraçada que muitas pessoas leram em 2020. No entanto, estou feliz por estar entretendo as pessoas em um ano que não foi dos melhores. Espero que isso faça as pessoas rirem, mesmo que seja às minhas custas.”

Celine Dion e Celine Dion. (Foto: Reprodução / Pink News)
Celine Dion e Celine Dion. (Foto: Reprodução / Pink News)

“Minha mãe não viu nada de engraçado nisso. Expliquei que poderia ser pior, eu poderia ter mudado de nome para Boris Johnson (1º ministro do Reino Unido). Temos sorte que ele não tem nenhum show ao vivo pra eu ficar assistindo!”.

“Quando contei a minha irmã, ela engasgou com o sanduíche. As duas parecem estar vendo mais o lado engraçado agora pelo menos.”

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).