Em um feito inédito, São Paulo elegeu mulheres cis, mulheres trans e negros em uma mesma cadeira da Assembleia Legislativa de São Paulo.

Encabeçada pela jornalista, feminista e ativista negra, Monica Seixas, a candidatura coletiva do PSOL se propõe a unir forças e pessoas, e consequentemente votos, para conseguir espaço e representatividade no legislativo.

A ideia de candidatura coletiva é uma nova iniciativa na política e que já vem sendo usada em alguns casos. Funciona da seguinte forma: ao invés de um único candidato com uma verba de gabinete enorme pra contratar funcionários e assessores, por que não usar uma mesma vaga pra dividir essa verba entre várias pessoas que tenham ideais em comum, e que talvez sozinhas teriam muito mais dificuldade de conseguir voz e este mesmo espaço?

Além de Monica Seixas, a Bancada Ativista é composta por:

  • Anne Rammi, feminista, artista e ciclista.
  • Chirley Pankarea, indígena e pedagoga, mestre em educação pela PUC.
  • Erika Hilton, transgestigênere e estudante de Gerontologia da Universidade Federal de São Carlos
  • Paula Aparecida, professora da rede pública estadual e conselheira do Sindicato dos Professores do Ensino do Estado de São Paulo.
  • Jesus dos Santos, nordestino, imigrante, militante da cultura e conselheiro participativo municipal da Vila Maria.
  • Fernando Ferrari, militante do Movimento Cultural das Periferias.
  • Claudia Visoni, Jornalista, ambientalista e agricultora urbana.
  • Raquel Marques, sanitarista e mestre em saúde pública e saúde materno-infantil. Doutoranda em Medicina Preventiva pela USP.

    Conheça mais sobre a Bancada Ativista, seus integrantes e propostas no site oficial da campanha.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).