Um casal de cisnes gays que mantém um relacionamento foi capturado e transferido do local onde vivia na Áustria. Eles acabaram atacando seres humanos que chegaram próximo demais de onde eles viviam. As informações são da imprensa local.

Mas a tentativa dos humanos não foi em vão. Os ativistas apenas chegaram ao habitat dos animais para salvá-los de um lugar onde poderiam ser caçados, e também para tentar retirar um amontoado de copos de plásticos que os dois cisnes simplesmente achavam se tratar de ovos, e estavam chocando há meses a espera de filhotes do casal para criar. (Eu tô quase chorando!)

Resgatados, os dois agora foram colocados em um centro para resgate de animais selvagens. O prefeito local, Franz Steinegge, afirmou a imprensa: “Chegamos a pensar que eles teriam que ser sacrificados, tivemos que agir com urgência. Onde eles estavam podiam ser alvos de algum caçador ilegal.”

Não há informações se os copos plásticos foram removidos ou transferidos juntos com o casal.

Ativista resgata um dos cisnes gays.

O especialista em cisnes, Alexander Groder, confirmou a provável homossexualidade dos animais: “É provavelmente um caso de dois cisnes machos em um relacionamento sim. E cisnes costumam escolher um companheiro e ficar com o mesmo para toda a vida”. (Sério, agora eu tô chorando!)

Não são raros os casos de animais homossexuais na natureza. Já houve notícia de casal de gorilas gays, pinguins gays que adotaram ovo abandonado por fêmea, leões gays em reserva natural que mantinham relacionamento mesmo com a presença de uma leoa – ignorada – no local. Enfim… São Notícias que provam que a homossexualidade faz parte da natureza, muito diferente da homofobia.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).