A professora Gita Ramjee, uma cientista altamente aclamada que dedicou sua vida a combater e prevenir o HIV, morreu de coronavírus.

Aos 64 anos, ela era uma pesquisadora sul-africana reconhecida internacionalmente por seu trabalho em expandir o acesso de mulheres ao tratamento para o HIV.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

No último dia 31 de março infelizmente a doutora faleceu tragicamente por complicações do coronavírus, tendo acabado de retornar de um simpósio no Reino Unido. Ela estava trabalhando em testes para um gel que poderia reduzir potencialmente a infecção pelo HIV.

“A morte da pesquisadora Ramjee foi um grande golpe para todo o setor de saúde e a luta global contra o HIV / AIDS. Nela, de fato perdemos uma campeã na luta contra a epidemia de HIV, ironicamente nas mãos dessa nova pandemia global.“, disse o vice-presidente da África do Sul, David Mabuza, em comunicado.

Gita Ramjee, líder em pesquisas de HIV na África do Sul.

E concluiu: “Em sua homenagem, devemos atender ao chamado de achatar a curva, fortalecendo nossas respostas a essa pandemia global, bem como continuar a luta para alcançar zero novas infecções pelo HIV”.

VEJA TAMBÉM:  Rabino homofóbico diz que Coronavírus é castigo de Deus por Paradas LGBT no mundo

Ramjee era professora honorária da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, bem como da Universidade de Washington e da Universidade da Cidade do Cabo.

Em 2018, ela recebeu o prêmio Outstanding Female Scientist da Parceria de Ensaios Clínicos da Europa e dos Países em Desenvolvimento em reconhecimento ao seu trabalho na prevenção do HIV, principalmente no campo da pesquisa de microbicidas.

A comunidade científica internacional agora está prestando homenagens a ela, como o chefe da UNAids Winnie Byanyima descrevendo sua morte como “uma enorme perda” em um momento em que o mundo mais precisava dela.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).