Na semana de visibilidade Trans, o Ministério da Saúde disponibilizou novamente a cartilha voltada à saúde de homens transexuais que havia sido retirada do ar logo na primeira semana do governo Bolsonaro, porém com algumas mudanças.

Na primeira semana deste ano, a cartilha chamada de “Homens Trans: vamos falar sobre prevenção de infecções sexualmente transmissíveis” foi retirada do site do Departamento de HIV/Aids do ministério. A cartilha abordava assuntos como doenças sexualmente transmissíveis, meios de prevenção e direitos garantidos no SUS para homem trans.  

A prática “pumping” ou “pump” – conhecida entre homens trans  que consiste em usar um equipamento para aumentar o clitóris – era ilustrada na cartilha através de imagens, mas agora as ilustrações foram retiradas.

A presença das ilustrações na cartilha foi citada como justificativa pelo governo para retirar o material de circulação, o que não faz muito sentido uma vez que as ilustrações tornavam o material didático e de mais fácil entendimento. O Ministério da Saúde afirmou que na cartilha faltavam recomendações técnicas no material e alerta sobre os riscos de lesões e sangramentos.

Na nova edição do documento não consta mais as imagens do pump, apenas uma breve descrição sobre a prática e a informação que não há comprovação científica sobre a segurança e a eficácia do ato.


Assista também:


Também foi retirada da cartilha imagens e um texto explicativo sobre o sexo oral – que mostrava como cortar o preservativo e colocá-lo na boca antes da prática. O ministério disse que a alteração foi feita por conta das normas da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que não recomendam o corte de preservativos “para uso com outra finalidade”, e também disse:

“Embora a prática de cortar o preservativo masculino ou feminino para o sexo oral seja comum, não há legislação que permita ao Ministério da Saúde indicar o uso alternativo de preservativos fora das orientações do fabricante”.

A pasta informa que as mudanças tinham como objetivo corrigir erros técnicos e que as secretárias estaduais de saúde foram comunicadas das alterações feitas. Também comunica que o material que já foi impresso não será recolhido.

Maikon Stefan
Amante do teatro, tv e de Harry Potter, formado em Técnico em Administração e Bacharel em Ciência e Tecnologia (UNIFESP-SJC). Atualmente cursa Engenharia de Materiais (UNIFESP-SJC). Também foi Presidente da Empresa Júnior (Ectm Jr). "Me chama pra causar que eu vou".