Da sigla LGBT, que representa a diversidade, os bissexuais são não apenas a letra menos representada, mas também a que menos sai do armário.

A constatação veio da pesquisa realizada pela ABC Triple Hack, na Austrália. Segundo o estudo, 40% dos homens bissexuais são assumidos. Entre as mulheres, o índice chega a 48%.

Já entre gays lésbicas, o índice de assumidos seria de 84% e 86% respectivamente. Só se for na Austrália, né? Não acharam esse número alto demais pra quantia de enrustidos que temos por aqui pelo menos?

A responsável pelo estudo, Julia Taylor, profissional do Centro Australiano de Pesquisa em Sexo, Saúde e Sociedade, afirmou sobre o resultado: “Quando gays e lésbicas saem do armário, se sentem mais fortalecidos e representados pela própria comunidade LGBT que lhe dá voz. É um apoio que muitas pessoas bissexuais tem dificuldade de encontrar”, concluiu.

Além disso, há também o fato de muitos bissexuais sofrerem rejeição tanto no meio gay quando no meio hétero, que muitas vezes não acreditam ou sequer respeitam a orientação de sexual de quem se diz atraído por ambos os gêneros masculino e feminino.


Veja também:

 

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).