Na última segunda-feira (29), o bailarino Saverio Pescucci, que tem 29 anos e vive em Nova York (EUA), fez um post em um grupo de Facebook próprio para procurar moradias compartilhadas, buscando por um apartamento com quarto vago para ele morar. Nas grandes cidades do mundo, como Nova York, normalmente com custo de vida bem elevado, esta é uma realidade bastante comum.

O que ele não esperava é que, segundos depois, sua postagem contasse com mais de 600 curtidas e 400 comentários. Logo em seguida o post começou a ser printado e colocado em outras redes, viralizando na Internet com milhares interações.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

No anúncio, no grupo “Gypsy Housing”, o nativo de Toscana, na Itália só colocou algumas fotos de si e falou que estava em busca de um quarto. Foi o que bastou para em poucos dias virar notícia até em jornais internacionais.

VEJA TAMBÉM:  Pedido de casamento gay viraliza na internet (simplesmente por ser fofo demais)

“Eu vi muitas pessoas postando fotos de si mesmas, como selfies e fotos casuais para mostrar que não são sociopatas ou mostrar o estilo de vida têm, informações importantes pra se dividir uma casa”, disse o bailarino ao New York Post. “Eu fiz o mesmo, mas não estava imaginando que isso se transformaria nisso tudo!”

Entre as cinco fotos do garanhão italiano estava uma dele com os braços tonificados durante as férias no Arizona, e outra que mostra Pescucci – que estudou na prestigiosa academia de balé La Scala de Milão – sem camisa em uma pose de dança.

O bailarino Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)
O bailarino Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)

“Acho que foi a imagem do balé que chamou atenção”, admitiu o dançarino, que se descreveu em seu anúncio como “super frio, amigável, gay [e] Covid responsável”.

“Os gostosos nunca são heterossexuais”, disse uma mulher se lamentando na postagem. Já os comentários de homens gays, maioria em peso, diziam: “Você não vai pagar aluguel por muito tempo quando chegar aqui!”, “Seu gostoso!”, “Estou solteiro!” e “Eu não tenho um quarto, mas tenho espaço no meu coração.”

VEJA TAMBÉM:  Chris Crocker “passa cheque” ao vivo sem querer no Onlyfans e se desculpa depois em vídeo

Pescucci, que é gay e mora na cidade de Nova York há seis anos, disse que tanto assédio por um anúncio de moradia não lhe deixou constrangido: “Não fiquei desconfortável [com os comentários], simplesmente fiquei muito surpreso. Foi tipo, comentário, comentário, DM, DM. Em todas as redes, muito!”

Aos interessados em ter o bailarino em sua casa, tirem o cavalinho da chuva. Pescucci acabou encontrando um lugar em um apartamento de três quartos pelos arredores de Williamsburg.

Veja abaixo algumas fotos dele. E se não saciar a vontade, tem aqui o Instagram do moço:

O bailarino Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)
O bailarino Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)

 

Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)
Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)

 

Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)
Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)

 

Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)
Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)

 

Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)
Saverio Pescucci. (Foto: Reprodução / Instagram)
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).