O Baby Yoda aparentemente se tornou um ícone LGBT+ no México depois de substituir o menino Jesus em um bolo de aniversário. Sim, amade, você leu certo.

A personagem que rapidamente se tornou um fenômeno da cultura pop – e, claro, um meme – quando apareceu pela primeira vez na série Star Wars The Mandalorian em 2019, oficialmente chamado de Grogu, ou The Child, foi adotado pela comunidade LGBT+ depois que um restaurante na Cidade do México decidiu reinventar um bolo tradicional chamado Rosca de Reyes.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O bolo é geralmente assado com uma pequena estatueta do Menino Jesus dentro (gente, que heresia) e geralmente é comido no feriado católico da Epifania em 6 de janeiro. Mas a Kraneo Foods, na Cidade do México, substituiu a estatueta de Cristo por um modelo de Baby Yoda, relata Remezcla – e alguns católicos não ficaram felizes.

Conservadores religiosos se uniram para criticar a história do bolo nesse restaurante. A Frente Nacional por la Familia (Frente Nacional pela Família) disse que substituir o menino Jesus foi “um ataque à religião” e “um ataque aos valores familiares”.

Em outro lugar, o vice-diretor de rádio e televisão da Arquidiocese do México disse que colocar Baby Yoda dentro de um bolo deveria ser feito “em outro momento, como no Dia das Crianças ou em aniversários”.

Ele insistiu que o bolo deveria ser sobre “encontrar o menino Jesus, lembrar e apreciar a história do evangelho, [não] simplesmente se divertir, comer o pão e encontrar seu personagem favorito dentro dele”.

Baby Yoda agora é considerado um ícone LGBT+

Felizmente, uma pessoa ajudou a explicar a reação negativa no Tumblr, escrevendo que grupos conservadores no México estavam “extremamente chateados” com essa substituição.

Eles acrescentaram: “Agora, Baby Yoda é considerado um ícone LGBT+ por deixar essas pessoas conservadoras e homofóbicas furiosas”. O Twitter entrou em colapso e os posts são hilários, com muitos recebendo o personagem como um símbolo da comunidade.