Em um relato pesado e até traumático, o ator pornô Calvin Banks (21) contou ao Himeros.Tv que sua primeira experiência sexual foi dentro de casa – com seu pai. “Agora posso dizer confortavelmente que meu primeiro boquete foi no meu pai”, disse Banks.

O rapaz hoje em dia ri da situação e até zoa com seus amigos: “Eu tenho que rir disso. Tenho amigos cujos pais partiram quando tinham dois anos de idade. Eu brinco com eles, eu digo ‘Bem, seu pai não te amava o suficiente, e meu pai me amava demais’”.

Segundo o ator, o abuso começou quando ele tinha entre sete e oito anos e visitava seu pai aos finais de semana (seus pais eram separados).

O ator contou que seu pai abusava dele enquanto sua irmã estava nas aulas de ginástica – irmã, a qual também foi abusada pelo pai.

Ele disse que teve uma sexualidade muito precoce e que muitas vezes buscou por experiências sexuais por conta do abuso sofrido.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Sua mãe um dia o flagrou na cama com seu primo, não estavam fazendo sexo, porém sua mãe ficou preocupada e contou para sua tia. Quando conversou com sua tia, Banks contou para ela  sobre o abuso que sofria do seu pai – o que para ele não era errado – e ela então contou a sua mãe.

Ao conversar com a mãe, Banks percebeu que o que seu pai fazia era errado. Ela então o colocou em terapia junto com suas irmãs.  O ator odiava o tratamento na época, porém hoje ele se sente grato, pois foi à terapia que o ajudou resolver os traumas associados ao abuso sexual.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) afirmam que gays, lésbicas, e bissexuais sofrem violência sexual em taxas semelhantes ou mais altas do que os heterossexuais. Só não se sabe ao certo quantos desses ataques acontecem pelos próprios membros da família. Entretanto, sabe-se que Banks não foi o primeiro e nem será  último a passar por essa experiência traumática, infelizmente…

Maikon Stefan
Amante do teatro, tv e de Harry Potter, formado em Técnico em Administração e Bacharel em Ciência e Tecnologia (UNIFESP-SJC). Atualmente cursa Engenharia de Materiais (UNIFESP-SJC). Também foi Presidente da Empresa Júnior (Ectm Jr). "Me chama pra causar que eu vou".