Sleazy Michael é um acompanhante de luxo gay de 59 anos que vive em Cambridge, no Reino Unido.

Quem vê o aparente boa-vida, mal imagina que antes de se tornar este profissional do sexo já há 13 anos, ele viveu por 23 anos no armário, até o dia em que sua esposa descobriu fotos dele fazendo sexo gay no computador da família e o perseguiu pela cozinha com uma faca.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Por 23 anos eu era como uma bomba-relógio prestes a explodir”, confessou ele sobre seu passado em uma reportagem do PinkNews. “Tive que reprimir meu desejo por homens durante muito tempo”, afirmou.

Depois de ser expulso de casa pela esposa, Michael se sentiu, embora perdido, aliviado. Sem muito mais a perder e livre para explorar sua sexualidade, ele descobriu que podia ganhar a vida literalmente fazendo o que gosta.

VEJA TAMBÉM:  Ator pornô bissexual conta diferenças entre sexo gay e sexo hétero no pornô

“Tudo aconteceu de maneira bem orgânica. Tenho desejo sexual muito alto, realmente amo fazer sexo. Então, ser pago pra isso acaba sendo um bônus!”

(continua abaixo)


Veja também:


Antes dessa vida, ele trabalhava em uma empresa ferroviária ganhando muito menos que as 100 libras faturadas por hora nos dias de hoje (o que dá em torno de 500 reais).

“É incrível. Sou meu próprio patrão e trabalho deixando as pessoas mais felizes, vendo seus olhos se iluminarem”, afirmou ele.

Ele ainda acredita na utilidade de sua profissão, que segundo ele mesmo afirma, pode salvar muitos relacionamentos: “Estou ajudando casais! Muitos tem uma fantasia e o que eu faço? Realizo antes que eles tenham um caso por aí e estraguem a relação. Isso ajuda a mantê-los!”

Michael também afirma estar ciente do estigma que carrega sua profissão, comumente relacionada a marginalidade, promiscuidade, ou ainda, o submundo das drogas, mas ele diz que não se importa: “Não tenho problema com isso. Sinceramente, é o melhor trabalho que poderia ter.” Se tá feliz, então tá, Michael.

VEJA TAMBÉM:  (+18) Modelos criam versão adulta gay de “Centopeia Humana”; assista se tiver coragem

Caso alguém se interesse pelos serviços do daddy, pode contratar em seu site.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).