Nem mesmo uma epidemia que obriga cidadãos do mundo todo a ficarem dentro de suas casas foi obstáculo para um casal de lésbicas oficializarem sua união.

Reilly Jennings e Amanda se casaram no meio de uma rua de Nova York mesmo em plena pandemia de coronavírus.

Por conta da epidemia, elas cancelaram convidados e todo evento planejado, mas não deixaram de oficializar a cerimônia que contou com juiz de paz celebrando a união da janela de um prédio e amigos que avistavam a cerimônia de carros à distância.

Na última sexta-feira (20 de março), o casal foi buscar a licença de casamento e estava a caminho do tribunal local para se casar cedo. No entanto, seus planos foram quase foram por água abaixo quando o prefeito de Nova York anunciou o fechamento imediato da agência do casamento.

Jennings e sua esposa ficaram com o coração partido – mas então eles receberam notícias de seu amigo Matt Wilson de que ele havia sido ordenado juiz de paz e poderia realizar casamentos no estado.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em meio à incerteza e ao desespero que todos sentiam, a cerimônia foi feita entre as duas em uma rua deserta, como maior parte das ruas da cidade se encontram.

“Terminamos nossas reuniões de trabalho, descemos a rua até o apartamento dele e nos casamos abaixo da janela do quarto andar, enquanto o bairro observava”, escreveu Jennings no Instagram.

coronavirus wedding New York

Os amigos mais próximos insistiram em comparecer, mas se sentaram sentados em carros assistindo a cerimônia à distância. “Em meio à incerteza e ao desespero que todos sentimos agora, casar com o amor da minha vida no momento mais de Nova York foi perfeito”, escreveu Reilly.

“Esperei quatro anos para chamar Amanda de minha esposa. Isso tudo foi apenas a cereja do bolo do topo amor que sinto todos os dias.”, disse Amanda.

Assista abaixo a um vídeo da cerimônia postado no Instagram de Reilly:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).