Os britânicos Aaron Hussey e Reed Badman haviam tido apenas cinco encontros quando se viram mergulhados no meio da pandemia do coronavírus e tiveram que ficar em isolamento juntos.

Após três semanas juntos em quarentena, eles se tornaram oficialmente um casal – e ambos dizem que o isolamento social os ajudou a se conhecerem sem as distrações habituais do dia-a-dia.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Aaron, 34, e Reed, 25, se conheceram pelo Instagram há alguns meses. Eles começaram a conversar e ambos perceberam desde o início que gostavam um do outro. Havia apenas um problema: Reed morava em Cardiff e Aaron morava em Londres, portanto, se conhecer pessoalmente não era tão fácil.

Apesar da distância, eles conversavam muito, até que Reed conseguiu um emprego em Londres. Ele rapidamente se mudou para a capital, mas alugou a próprio casa, pois ainda mal conhecia Aaron. Eles sabiam que gostavam um do outro, mas estavam decididos a levar as coisas devagar.

“E então a pandemia do coronavírus começou”, contou Aaron. Certo dia, em uma das visitas a Aaron, Reed descobriu que a pessoa com quem dividia sua casa havia entrado em contato com um caso suspeito de COVID-19. Eles decidiram ter cuidado, e então Reed aceitou passar os próximos dias na casa de Aaron.

VEJA TAMBÉM:  Marvel vai apresentar novo casal gay nos quadrinhos dos Vingadores

“Ele ficou por alguns dias para se proteger e descobrir como isso aconteceu”, disse Aaron. “E então, no meio desse tempo, o bloqueio foi anunciado e fazia sentido ele ficar morando ali pelo menos até que o governo nos dissesse o contrário”.

Adam and Reed coronavirus lockdown gay couple
Adam and Reed, unidos pela quarentena.

Entrar em confinamento com alguém que você esteve apenas algumas vezes pode facilmente ser um desastre, mas foi totalmente o oposto para Aaron e Reed. “Quando você de repente fica trancado em uma casa com alguém 24 horas por dia, sete dias por semana, definitivamente acelera a fase do ‘conhecer melhor’”, falou Aaron. “Felizmente, não nos incomodamos muito e ainda não temos muito o que reclamar”.

Reed compartilha esse sentimento: “Nós já tivemos alguns momentos muito bons juntos, mas, de repente, sermos forçados a se isolar juntos certamente acelerou as coisas. Mas da maneira mais estranha possível, tem sido bom conhecer alguém sem distrações.”

A adaptação ao “novo normal” não foi fácil para nenhum deles. Aaron é um “planejador e preocupado” e geralmente tenta “agendar e consertar tudo”, então se acostumar a ficar com um novo namorado era um desafio. “Mas há algo sobre uma pandemia global que faz com que você perceba repentinamente que às vezes você precisa apenas seguir o fluxo e deixar as coisas acontecerem à medida que acontecem”, explicou.

VEJA TAMBÉM:  League of Legends: campeão Varus é formado por um casal gay; veja o vídeo

Reed acrescentou: “Estou muito feliz que tenha sido assim que começamos nosso relacionamento, porque realmente conseguimos conhecer um ao outro sem distrações. E será uma excelente história para contar no jantar.”

O novo casal se mantém ocupado durante o confinamento e passam bastante tempo cozinhando juntos. Eles também começaram a assistir Schitt’s Creek desde o início e saem juntos para a corrida diária sancionada pelo governo. “Estávamos aprendendo um idioma e escrevendo um livro, mas o Disney+ foi lançado e tudo voou pela janela”, brincou Aaron.

Ambos dizem que aprenderam muito um com o outro em três semanas de confinamento. “Eu aprendi que Reed é incrivelmente atencioso, engraçado e parece frustrantemente ficar ótimo em todas as minhas roupas”, diz Aaron. “E nós dois aprendemos que a paciência é a rainha e que o novo álbum da Dua Lipa pode levar você a qualquer lugar.”

Enquanto isso, Reed diz que Aaron sempre coloca todo mundo antes de si. “Este foi um momento muito estranho para mim, pois acabei de me mudar para Londres e fiquei muito ansioso com essa pandemia, e ele tem sido muito gentil, solidário e tranquilizador”.

VEJA TAMBÉM:  70% dos gays não estão saindo para encontros na quarentena, revela pesquisa

O relacionamento deles está ficando cada vez mais sério no confinamento. Reed já conheceu a mãe de Aaron pelo FaceTime. Aaron também deixou Reed cortar o seu cabelo – uma experiência de confiança muito grande.

“Reed cortou meu cabelo depois que fiquei estressado com a bagunça que eu estava parecendo”, explicou Aaron. “Ele acabou usando meu aparador de barba e uma tesoura de cozinha sem corte. Na primeira tentativa, ele me fez parecer com Kim Jong-un. Felizmente, a segunda tentativa foi um pouco melhor e agora consego tirar o boné de beisebol de vez em quando. Absolutamente nenhuma evidência fotográfica dos primeiros resultados existe.”

Eles também começaram a se apresentar a seus amigos, mesmo que não tenha sido pessoalmente. “Estamos tendo que nós apresentar nas reuniões do Zoom, em vez da maneira tradicional”, disse Aaron.

Embora seja difícil prever o futuro agora, o casal está ansioso para poder sair e fazer coisas juntos quando a pandemia amenizar.
“Ele faz drinks excelentes, se dá muito bem com o meu companheiro de casa e também sabe assar”, afirmou Aaron sobre seu novo namorado. “Estou ansioso para poder levá-lo a encontros que não serão na sala de estar.”

Fonte: Pink News