Mitch e Brian não imaginavam o casamento dos sonhos assim. Lendo os votos um pouco abafados pelo barulho que vinha da rua, o tique-taque do relógio em uma parede próxima e um estofado de “lar doce lar” como decoração, os dois estavam se casando em um apartamento na cidade de Nova York.

Quem realizou a cerimônia foi um colega de trabalho de Brian, e no momento só estavam presente outros dois amigos íntimos dos noivos, que se mantinha a dois metros de distância. Após os votos serem trocados, foram individualmente dar os parabéns aos maridos, enquanto uma placa dizendo “Recém casados ​​(ainda em quarentena)” deslizou pelas barras da escada de incêndio.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O pedido de casamento foi feito nas margens ensolaradas de Provincetown no ano passado e desde o noivado os dois sonhavam com cada detalhe do casamento. Mas então eles viram a Broadway e outros diversos locais trancarem as portas, as fronteiras da cidade foram fechadas. Pouco depois, foi a vez das pessoas serem instruídas a ficarem em casa. Quando se deram conta, a quarentena era uma realidade.

No espaço de alguns dias, a cidade de Nova York se tornou o epicentro da pandemia do coronavírus nos Estados Unidos. Quando o vírus atacou, ameaçou a vida e os meios de subsistência da população, alterando a rotina diária das pessoas.

Mitch and Brian weaved through the empty streets and avenues of New York City to make City Hall in time to grab a marriage licence. (Mitch Chase)

Mitch, que trabalha em uma organização sem fins lucrativos de artes e cultura, estava assustado com a possibilidade de perder o emprego, já que a pandemia derrubou a economia mundo à fora. “Nós achamos que era uma boa ideia realizar o casamento, para que eu pudesse ser incluído no seguro de saúde de Brian, se necessário”, Mitch relata ao PinkNews.

Os noivos telefonaram para o Departamento de Casamento e os administradores disseram que ainda poderiam se casar se tivessem uma licença assinada por um oficial e enviada por correio. Mitch conta que eles precisaram romper o isolamento para ir na prefeitura pegar a licença de casamento. 

Mitch (L) proposed to his partner, Brian, at the Tea Dance in Provincetown in the summer of 2019. (Mitch Chase)

Brian então se lembrou que um colega de trabalho tinha licença e poderia realizar a cerimônia. “Nosso apartamento não era o local dos nossos sonhos, mas parecia certo e foi ótimo ter o apoio de todos os presentes. Estamos ansiosos para comemorar com todos quando pudermos sair novamente”, relata Mitch.

Matéria traduzida do PinkNews.

Foto: Divulgação/ Twitter