A capital da Inglaterra no Reino Unido, Londres, é um dos destinos LGBT mais famosos, divertidos e seguros do mundo. Aqui no Põe Na Roda inclusive, já fizemos vários vídeos por lá quando fomos em 2015. E os motivos são tantos, que estamos pra lançar mais vídeos do destino que fizemos agora em 2018.

Abaixo listamos 10 razões pra você considerar o destino nas próximas férias ou quando puder. Saiba qui no site do Visit Britain como viajar pra lá.

1. Londres é a capital gay da Europa

A comunidade LGBT de Londres é maior do que você imagina. Em uma pesquisa de 2015, do Office for National Statistics foi comprovado que a cidade, além de ser um dos destinos mais seguros, também tem a maior população gay de toda Europa. Mais pessoas se identificam como LGBT em Londres do que em outras regiões do continente.

2. Mesmo os héteros abraçam a comunidade LGBT

Uma pesquisa de 2014 do Yougov mostrou que, em Londres, cidadãos conhecem em média 8.5 homens gays e 3.6 mulheres lésbicas, uma média muito acima de outras grandes capitais do mundo. Principalmente entre a população mais jovem, preconceituosos são uma ínfima minoria.

3. London Pass

O London Pass é uma iniciativa fantástica pra que você possa usufruir de mais de 60 atrações turísticas da cidade da maneira mais prática, rápida e barata. Um único bilhete que te dá acesso a todo tipo de evento e passeio turístico, seja fazendo tour por castelos históricos, museus, conferindo a vista do maior prédio da Europa, o The View, navegando de lancha pelo Tâmisa ou encarando a asssutadora London Bridge Experience. Saiba mais informações sobre o LondonPass aqui.

4. Não precisa ser rico pra curtir muito

Uma questão a se considerar ao ir pra Londres é a grana! A libra é uma moeda muito valorizada e cara principalmente para brasileiros atualmente. Mesmo assim, uma noite em Londres pode sair muito mais em conta do que em São Paulo ou Rio de Janeiro. Primeiro que na maioria das boates você nem paga pra entrar, segundo que o preço dos drinks é bem razoável, ao contrário daqui. No popular G-A-Y, por exemplo, uma cerveja ou um drink pode sair por 1 ou 2 libras.

5. Não é só boate! Também tem muita, mas MUITA cultura LGBT!

Muito além das boates e bares incríveis para o público LGBT, Londres tem um monte de times esportivos LGBTs, cafeterias e exposições nos museus. Um exemplo é a coleção de artefatos e objetos com ligação a história LGBT que você encontra no British Museum. Atualmente também tá em cartaz a exposição Spice Up Londom, exibindo centenas de figurinos, produtos e materiais exclusivos das Spice Girls, um dos maiores fenômenos pop da História da Música mundial nos anos 90. Além de ver de perto todo material da banda, você ainda pode entrar no famoso ônibus Spice Bus, dirigido pela Posh Spice Victoria Beckham e utilizado nas filmagens do filme Spice World.

Alguns dos figurinos expostos na Spice Up London, exposição que exibe centenas de ítens das Spice Girls.

6. A cena LGBT de Londres está espalhada por toda cidade

Muito além do (incrível) bairro gay Soho da cidade, ao contrário de muitas capitais pelo mundo, Londres não tem só uma, mas tem diversas áreas da cidade cheias de museus, bares, saunas, boates e as mais diversas áreas LGBTs de lazer. Do Soho ao Royal Vauxhall Tavern, do norte ao sul da cidade, dá pra encontrar pocs por todo canto!

7. O bairro do Soho

O bairro mais gay da cidade é passagem obrigatória (e inesquecível!). Seja pra tomar um drink no at G-A-Y Bar ou olhar os boys musculosos no pub Comptons of Soho. Bares estilosos como o Ku Bar, The Edge, Village, The Green Carnation ou o She Soho, o primeiro bar lésbico da Old Compton Street. Se a pedida for boate, dá pra se curtir muito o G-A-Y Late, Circa, KuKlub, e claro, o G-A-Y Club, na famosa casa noturna gay Heaven, o lugar mais pop, tanto no sentido de popular quanto no setlist mesmo. Por lá, nomes como Madonna, Kilye Minogue, Lady Gaga as Spice Girls já se apresentaram!

Um dos muitos bares no Soho.

8. VauxHall

Resultado de imagem para VauxHall londonO sul de Londres é o lugar para quem procura casas noturnas repletas de testosterona e uma ótima cena para o after-hours. Endereço favorito dos fortões hedonistas, a Eagle London é conhecida por sua lendária festas gay à noite, enquanto a XXL é um lar para ursos, ursos polares, ursinhos, lontras e outras criaturas noturnas fofinhas.

9. EastEnd

Resultado de imagem para East End londonVocê vai encontrar uma comunidade LGBT descolada nos bares, galerias e botecos em toda a zona leste de Londres, que inclui Shoreditch. Bastante peculiar, o bar The George & Dragon é popular com gays, héteros e tudo que há entre eles no East End. Outro espaço que sem dúvidas é um dos favoritos dos gays e lésbicas é o café-bar, centro de artes e club Dalston Superstore.

10. Fringe! Queer Art & Film Fest
Criado em 2011, o Fringe! Queer Art & Film Fest é um festival de cinema e artes que surgiu na criativa cena queer. A programação inclui um pouco de tudo, como filmes, oficinas, caminhadas interativas e festas animadas. Ele acontece sempre em novembro em locais variados no leste de Londres.

Nem precisa dizer mais nada, né? Só escolher a roupa e embarcar:

Quer saber mais como e quanto custa viajar pra Londres? E além disso, ficar sabendo das melhores dicas do que fazer por lá? Confira tudo isso aqui no site do Visit Britain.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).