Em cartaz aos Sábados 21h a partir do próximo dia 28 de julho, vem aí a nova comédia protagonizada por Silvetty Montilla: O Nome dela é Valdemar.

Sempre hilária e sucesso em boates LGBT por todo o Brasil e com várias peças de sucesso e musicais na carreira, além de muitas participações na TV, Silvetty não a toa é uma das drag queens mais conhecidas do Brasil.

Na nova empreitada, ela protagoniza uma história que se passa em um apartamento no centro de São Paulo mora Valdemar (Silvetty Montilla), nome de batismo, que é apenas do conhecimento da família. Para todos os outros ele é ela, ‘DéSIRée’, uma famosa e bem-sucedida Vedete. Com ela também vivem Márcio (Raphael Fallcão), seu namorado e sua empregada Gigi (Marcello Iazzetti).

Valdemar é natural de uma pequena cidade do interior de Minas Gerais, fruto de uma tradicional família, que jamais soube de sua vida dupla, mas a chegada de um primo, Desidério (Marcos Paulo Moreira) pode botar tudo a perder. Desidério vem a mando dos pais trazendo uma herança para Valdemar, e quer aproveitar a oportunidade para aprender a ser homem com o primo que tem fama de machão.

Para não ser descoberta, ‘Désirée’ tenta enganar o caipira que acaba revelando segredos de sua antiga vida, deixando a personagem à mercê de sua maldosa empregada. Muitas confusões acontecem, e a chegada de sua Tia Finoca (Delurdes Moraes), uma senhora carola e quase cega, só piora tudo, provocando as mais diversas, insólitas e hilárias situações. O texto é do autor Aziz Bajur, premiado, e atualmente o autor com textos populares mais montados no país, e direção de Eduardo Moreno.

Serviço:
O Nome dela é Valdemar
Onde: Teatro Brigadeiro – Av. Brigadeiro Luís Antônio, 884 – Bela Vista
Quando: A partir de 28 de julho, Sábados às 21h
Tel. para informações: (11) 3115-2637

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).