Festival Bi +, um evento 100% online com apresentações musicais, literárias e outras formas de arte protagonizada por artistas bissexuais será realizado no Brasil para afirmar e celebrar o orgulho bissexual em 2020.

Festival Bi+ celebrará mês da visibilidade bissexual
O Festival Bi+ envolve ação voluntária pelo ativismo e visibilidade das pautas bi | Imagem: Divulgação

Organizado pela Frente Brasileira Bissexual, formada por coletivos bissexuais e militantes independentes, a primeira edição do Festival Bi + tem o objetivo de projetar a voz e a arte de pessoas bissexuais.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O evento acontecerá no próximo dia 26 de setembro e contará com aproximadamente 8 horas de atrações ininterruptas. A programação ainda não foi divulgada.

Para viabilizar acessibilidade em LIBRAS para toda a programação e tornar o Festival Bi + ainda mais inclusivo, os organizadores estão com uma campanha de arrecadação no Catarse. De acordo com matéria publicada na revista ViaG, apesar da Frente reunir ativistas e coletivos de quase todos os cantos do país, isso não é suficiente para garantir a construção de um evento verdadeiramente plural e acessível.

VEJA TAMBÉM:  Bissexual, Ludmilla revela que está namorando bailarina

A organização e a participação para a construção do Festival Bi + envolve ação voluntária pelo ativismo e visibilidade das pautas bi. A campanha de financiamento coletivo é especificamente para angariar recursos para ampla divulgação do evento e remuneração do trabalho de intérpretes de LIBRAS.

Ainda segundo a matéria, o Festival Bi + possui caráter antirracista, trans aliado, feminista interseccional, anti-capacitista e diverso regionalmente. A programação será transmitida no canal do Youtube da Frente Bissexual Brasileira a partir das 15h (horário de Brasília).

Dia da Visibilidade Bissexual

O Dia da Visibilidade Bissexual foi criado em 1999 por três ativistas bissexuais dos Estados Unidos e é comemorado anualmente em vários lugares do mundo. É uma data afirmativa e relevante, pois além da bifobia sofrida pelos Bissexuais por parte da sociedade, ainda existe muito preconceito dentro da própria comunidade LGBTQIA+, que são constantemente invisibilizados e têm suas subjetividades invalidadas e postas em questionamento.

VEJA TAMBÉM:  Novo namorado da mãe de Neymar é ex de Carlinhos Maia e de cozinheiro de Neymar